Menu
domingo, 25 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Fazendeiro é multado em R$ 246 mil por incêndio em 821 hectares no Pantanal

22 julho 2021 - 10h29Sylma Lima

Durante trabalhos preventivos e informativos da operação Prolepse de prevenção aos incêndios nas propriedades rurais do município de Corumbá, no último dia 15 de julho, policiais militares ambientais localizaram incêndio em propriedade rural, localizada na rodovia MS 325, conhecida como estrada Carandazal, a aproximadamente 150 km da cidade. Segundo informações obtidas pelos policiais, o fogo teria tido início no dia anterior. 

Após conseguirem controlar o incêndio, foi realizada vistoria detalhada no local, buscando identificar a origem do fogo e a equipe policial constatou que as chamas havia atingido seis fazendas. Nas análises, os Policias chegaram até uma fazenda de onde teria sido a origem. O Capataz da propriedade, então, relatou à equipe, que durante a limpeza da vegetação teria acontecido um incidente e que posteriormente o responsável pelo imóvel entraria em contato com a PMA.   

Nesta quarta-feira (21), o proprietário da fazenda entrou em contato com a PMA em Corumbá, quando a equipe já havia concluído o relatório, e declarou que durante a limpeza das pastagens, acidentalmente o operador de máquinas teria derrubado uma árvore sobre o fio de sustentação do poste de energia, ocasionando a queda do poste. Segundo o homem, no mesmo momento teria sido acionada a empresa concessionária de energia, a qual não enviou manutenção ao local. O produtor relatou ainda, que um dia após o ocorrido houve uma explosão e o fogo teria se alastrado para fazendas vizinhas. 

Os Policiais mediram durante a vistoria, com uso de GPS, a área queimada de vegetação nativa pantaneira incendiada, que soma 821,57 hectares. O proprietário de 51 anos, foi autuado administrativamente e multado em R$ 246.600,00. Todos os responsáveis poderão responder por crime ambiental. Se ficar constatado que o incêndio foi doloso, a pena é de dois a quatro anos de reclusão. Caso seja culposo, como relatou o autuado, a pena é de seis meses a um ano de detenção. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Seguiriam para Bolívia
Dois veículos que seriam atravessados para Bolívia são recuperados
Mais tempo
Exame toxicológico na emissão de CNH tem prazo ampliado para utilização do laudo
Empreendedorismo
Cinco erros que o empresário deve evitar no Marketing e Vendas
Imunização
Sábado tem vacinação contra Covid até 12h no drive do Poliesportivo
Investigaçã
Famosos em MS, grupos de venda estão 'recheados' de produtos roubados
Saúde
Anvisa suspende estudos clínicos da Covaxin no Brasil
Sorte
Mega-Sena pode pagar R$ 7 milhões no sorteio deste sábado
Cidade Tranquila
Operação conjunta combate crimes fronteiriços em Corumbá e Ladário
Tempo
Ar seco e quente pode marcar o sábado em Mato Grosso do Sul
Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada

Mais Lidas

Seguiriam para Bolívia
Dois veículos que seriam atravessados para Bolívia são recuperados
Imunização
Sábado tem vacinação contra Covid até 12h no drive do Poliesportivo
Cidade Tranquila
Operação conjunta combate crimes fronteiriços em Corumbá e Ladário
Mais tempo
Exame toxicológico na emissão de CNH tem prazo ampliado para utilização do laudo