Menu
sábado, 06 de março de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

Fauna e Flora Pantaneira ganha destaque em publicação científica

13 julho 2016 - 09h29Redação
Publicação está disponível gratuitamente na internet. Foto: Divulgação

Entender a linguagem científica não é fácil. Tornar públicas as descobertas dos cientistas é fundamental. Pensando em associar essas duas ideias, a ONG (Organização Não-Governamental) WCS Brasil lançou a revista de divulgação científica Ciência Pantanal. Os textos são assinados por pesquisadores que se dedicam a conhecer melhor esse bioma.

A revista, que tem a coordenação editorial da pesquisadora Alexine Keuroghlian, está na segunda edição. A periodicidade é anual e ela pode ser encontrada também na internet. Na edição de 2016, vários pesquisadores da Embrapa Pantanal aproveitaram essa oportunidade para comunicar seus estudos. Há textos sobre fazendas sustentáveis, jacarés, sucuris, onças, raízes e outros temas de interesse para quem vive ou tem alguma relação com o Pantanal.

Confira entrevista com a coordenadora da publicação: 

De onde veio a ideia de criar uma revista de divulgação científica específica do Pantanal?

Alexine Keuroghlian: A WCS Brasil entende que a boa informação é essencial para a conservação da biodiversidade e da paisagem. Queremos comunicar para a sociedade, por meio de linguagem simples e acessível, o conhecimento científico adquirido sobre o Pantanal e inspirar as pessoas para a conservação dos recursos naturais e promoção do desenvolvimento sustentável da região.

Qual o objetivo dessa publicação?

Alexine: A revista pretende ser um canal de diálogo e aproximação entre a comunidade científica e a sociedade, ajudando na disseminação da ideia de que todos nós somos beneficiados pela diversidade e a integridade da vida na terra.

Como tem sido a participação dos cientistas da região?

Alexine: Os cientistas e pesquisadores da região participaram de forma intensa das duas edições da revista Ciência Pantanal. Apenas na desse ano, foram publicados 17 artigos assinados por 44 especialistas de oito instituições de pesquisa. Entre os temas estão os impactos das hidrovias, as novas regras do Código Florestal e a troca de pastagens naturais por plantadas.

A linguagem utilizada não é tão técnica quanto de um artigo científico/acadêmico. Que público procura atingir?

Alexine: A revista Ciência Pantanal é dirigida ao público envolvido ou interessado na defesa da fauna, da flora, da cultura e de todo o bioma pantaneiro. Escritos em linguagem acessível, os textos abordam questões práticas, como as recomendações para viabilizar a convivência com sucuris, reduzindo os riscos de ataques a humanos ou animais domésticos e protegendo as serpentes do extermínio. E também contam experiências bem sucedidas, como a observação de onças-pintadas, sem alteração da rotina dos animais selvagens. Esses são apenas alguns exemplos.

Onde a revista é distribuída? É gratuita ou está à venda?

Alexine: A distribuição é gratuita e a revista está disponível no link http://goo.gl/cmnVD6.

Vocês já lançaram duas edições. Tem algum retorno dos leitores sobre a publicação?

Alexine: Ficamos felizes em saber que a revista está sendo lida por públicos diversos, como proprietários de terra, pesquisadores, tomadores de decisões e também por estudantes. A Ciência Pantanal já chegou às escolas da região, que estão usando a publicação para falar das espécies para os alunos, além de ensiná-los a como conservar o meio ambiente que está à volta deles.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BOLETIM COVID
SES registra 23 novos óbitos por Covid, e MS já acumula 3.416 vidas perdidas
GERAL
Senadora Soraya Thronicke lembra que aprovação da PEC Emergencial também vai salvar vidas
POLÍTICA
Brasil passa a fazer parte do Protocolo de Nagoia sobre biodiversidade
PMA
Arrendatário e agrônoma são autuados em R$ 50 mil por uso de licença ambiental falsificada
SAÚDE
Com mais doses, Corumbá abre vacinação para idosos a partir de 76 anos
INCÊNDIO
Consultório Odontológico pega fogo no Maria Leite
POLICIAL
Polícia Militar de Corumbá prende homem por violência doméstica no Dom Bosco
CULTURA
Dia Nacional da Música Clássica celebra o legado de Villa-Lobos
ECONOMIA
Indústria brasileira cresce 0,4% de dezembro para janeiro
DETRAN
Número de CNHs emitidas pelo Portal Meu Detran cresce 45%

Mais Lidas

POLICIAL
Homem é preso por roubo na forma tentada no bairro Maria Leite
POLICIAL
Em Corumbá três são presos com mandado de prisão em aberto
INCÊNDIO
Consultório Odontológico pega fogo no Maria Leite
POLICIAL
Polícia Militar de Corumbá prende homem por violência doméstica no Dom Bosco