Menu
quarta, 03 de março de 2021
Governo do Estado - Campanha de Março
Geral

Falta água potável para a comunidade ribeirinha no Pantanal, alerta Ecoa

01 dezembro 2020 - 09h30JP News

O ano de 2020 tem sido difícil para as populações ribeirinhas do pantanal. Após os incêndios florestais que destruiram 4,3 milhões de hectares do bioma, o que representa quase um terço do total. A região sofre com a pior seca dos últimos 50 anos, segundo a Embrapa.

Com níveis muito baixos, os rios da região estão com a água barrenta e cheia de fuligem. Na comunidade da Barra de São Lourenço, distante 223 km de Corumbá, os problemas de saúde devido ao consumo de água não potável tem sido constantes. 

Para resolver de forma permanente o problema de acesso a água potável, a Ecoa realizará a instalação de uma mini usina de tratamento movida a energia solar, que atenderá 25 famílias. A usina de tratamento de água foi aprovada pela comunidade da Barra de São Lourenço e tem um custo de 35 mil reais. Para que a Ecoa possa implementá-la é necessaria a arrecadação deste valor por meio de doações. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

COMBATE A PANDEMIA
Vereadores buscam emendas parlamentares para aquisição de vacinas contra a Covid-19
ADMINISTRAÇÃO
Projeto de Lei prevê criação de Subprefeituras no Município de Corumbá
BOLETIM COVID
Covid-19: MS tem mais de 183 mil casos confirmados e 3,3 mil mortes
DESENVOLVIMENTO
Cinco mil pessoas que vivem em áreas remotas do Pantanal terão energia elétrica
SEM MÉDICO PERITO
INSS de Corumbá não realiza perícia médica e complica vida de trabalhadores
POLICIAL
Após briga mulheres são presas no bairro Aeroporto
POLICIAL
PM prende irmãs após briga no Popular Nova
DESAPARECIDO
Trabalhador de fazenda na Região do Paiaguás está desaparecido
ECONOMIA
Preços de produtos industrializados sobem 3,36% em janeiro
HABITAÇÃO
Durante sessão, vereador pede à Prefeitura, regularização fundiária no Jatobazinho

Mais Lidas

OPORTUNIDADE
IEL oferece vagas de estágio para Corumbá e mais 5 cidades do Estado
POLICIAL
PM prende irmãs após briga no Popular Nova
POLICIAL
Após briga mulheres são presas no bairro Aeroporto
EDUCAÇÃO
Vereadores aprovam projeto do Executivo que atende professor temporário na Reme