Menu
domingo, 18 de abril de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

Evander pede informações da Agepan sobre concessão do transporte intermunicipal

13 março 2017 - 09h12Redação

O presidente da Câmara de Vereadores de Corumbá, Evander Vendramini (PP), mantém sua luta pela melhoria dos serviços de transporte rodoviário intermunicipal e interestadual. Ele, já há algum tempo, vem cobrando a entrada de novas empresas, acabando assim com o monopólio da Andorinha.

Depois de promover uma audiência pública em 2016 quando foram tratadas questões relacionadas à concorrência no setor e os altos preços de passagens no trecho entre Corumbá e Campo Grande, o edil está agora solicitando informações da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan), sobre as providências tomadas em relação ao transporte rodoviário intermunicipal e interestadual.

“A Andorinha explora este serviço e o contrato de concessão tem sido aditivado constantemente. A Agepan precisa fazer uma nova concorrência para que novas empresas possam atuar e, consequentemente, os passageiros terem outras opções”, disse.

O requerimento solicitando informações da Agepan foi aprovado pela Câmara na semana passada e o caso ganhou apoio dos demais vereadores. Chicão Viana (Solidariedade), lembrou que a concessão teve prazo encerrado no final do ano e que o Estado precisa fazer um novo processo licitatório.

Evander lembrou também que o contrato de concessão da Andorinha é antigo, tem mais de 30 anos, e é preciso um novo certame licitatório com a entrada de mais empresas para melhorar os serviços prestados à população corumbaense e também ladarense.

“Nós precisamos de um melhor serviço. Não podemos ficar à mercê de uma empresa que em Miranda, por exemplo, para em um estabelecimento comercial, ao invés de ser na rodoviária, praticamente obrigando os passageiros a se alimentar neste restaurante”, cobrou.

O vereador lembra que a Ordem dos Advogados do Brasil de Corumbá também está nesta luta. “Dias atrás tive um diálogo com o presidente Roberto Lins que me relatou problemas ocorridos durante uma viagem e ele se colocou à disposição, juntamente com a OAB, para mudarmos esta situação, acabarmos com o monopólio”, informou.

Evander disse que a participação da OAB é importantíssima. “É preciso unir forças para fazer com que a Agepan, a agência reguladora do serviço, abra uma licitação para a participação de novas empresas, e que nesse edital tenha no mínimo espaço para que três empresas explorem o serviço”.

Evander está conversando também com a Câmara de Vereadores de Ladário e deve marcar um encontro, inclusive com a presença de representantes da OAB, para tratar do assunto, inclusive dialogar com o Governo do Estado, para solucionar este impasse que há décadas, tem preocupado a população pantaneira.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

KIT INTUBAÇÃO
Cooperativa médica adota medidas emergenciais para otimizar uso de medicamentos em falta no mercado
GERAL
Presos brigam em cela e um acaba morto em presídio de MS
SAÚDE
Dia Mundial da Hemofilia: condição genética dificulta coagulação
UEMS
UEMS oferta 78 bolsas no valor de R$ 400 para Projetos de Ensino
SAÚDE
Com mais um drive thru na Praça CEU, Prefeitura retoma vacinação contra a Covid-19
GERAL
Dupla-Sena da Páscoa sorteia prêmio de R$ 30 milhões neste sábado
GERAL
Pandemia e isolamento aumentam procura por cultivo de plantas em casa
ECONOMIA
Prorrogação de imposto alivia orçamento de bares e restaurantes, avalia Abrasel
PANTANAL
Com mais de 50 programas, apresentador divulga belezas do Pantanal na TV
GERAL
Servidores da Agepen recebem primeira dose da vacina contra Covid-19

Mais Lidas

GERAL
Presos brigam em cela e um acaba morto em presídio de MS
PANTANAL
Com mais de 50 programas, apresentador divulga belezas do Pantanal na TV
CORONAVÍRUS
Coronavírus: variante P1 já é predominante em Mato Grosso do Sul
SAÚDE
Com mais um drive thru na Praça CEU, Prefeitura retoma vacinação contra a Covid-19