Menu
domingo, 24 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Estabelecimentos passam a funcionar em novo horário a partir desta sexta-feira

31 julho 2020 - 09h20Gesiane Sousa com informações da Ascom PMC

O decreto nº 2.364, publicado nesta quinta-feira, 30 de julho, pela prefeitura municipal de Corumbá, começa a valer a partir de hoje.  Comércio, prestadores de serviço e outros setores devem respeitar as mudanças que visam contribuir para o controle da cuva de crescimento do novo coronavírus na cidade. Atualmente Corumbá tem 1.208 confirmados, 36 óbitos e 114 pessoas estão sob suspeita, aguardando resultado de exame clínico.  

Conforme o documento:

  • Fica estabelecido o horário de funcionamento comércio em geral e de prestação de serviços, de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 16h e aos sábados das 8h às 14h, vedado seu funcionamento aos domingos.  Também fica estipulado horário diferenciado de funcionamento dos seguintes empreendimentos, nos horários abaixo especificados, observadas as medidas de biossegurança para cada atividade.
  • Açougues, mercados, supermercados e mercearias: de segunda-feira a sábado, das 8h às 20h e aos domingos das 8h às 14h; postos de combustíveis (exclusivamente para abastecimento), distribuidoras de gás e água, borracharias e farmácias, resguardado o atendimento por plantão das farmácias: de segunda-feira a domingo, das 5h às 21h;
  • Restaurantes, lanchonetes e bares que forneçam refeições preparadas no estabelecimento: de segunda a sábado, até às 20h30min e aos domingos até as 14h; clínicas médicas, odontológicas e veterinárias: de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h e nos sábados até às 14h; panificadoras, padarias e confeitarias: de segunda a sábado, das 6h às 20h e aos domingos das 6h às 12h;
  • Sorveterias e locais destinados a venda de açaí e similares: de segunda-feira a sexta, das 8h às 20h e aos sábados das 8h às 14h; conveniências e congêneres: de segunda a sábado, das 8h até às 20h30min e aos domingos das 8h às 14h, proibido expressamente o consumo no local, calçada ou imediações; as academias podem funcionar de segunda a sexta-feira, das 6h às 11h e das 15h às 19 horas.
  • O Decreto ainda estabelece que as atividades que funcionem com entregas em domicílio (delivery) poderão funcionar nos dias de semana e aos finais de semana, inclusive aos domingos, após seu horário regular, até às 23h, exclusivamente nesta modalidade, observadas as demais determinações quanto à identificação dos entregadores.
  • Também fica vedada a realização presencial de cultos, missas e demais manifestações religiosas de segunda a sexta-feira, permitida a transmissão via internet nesses dias. Está autorizado o funcionamento presencial aos sábados e domingos de igrejas, templos, centros espíritas e demais locais destinados às manifestações religiosas, limitado a duas celebrações diárias, observadas as normas de biossegurança já editadas.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Flagrante
Dois turistas são multados em R$ 1,8 mil por pesca predatória no rio Miranda
Alerta
Últimos dias para inscrições em editais da Funarte
Imunização
Quem pode se vacinar contra Covid neste fim de semana
1 hora a menos
Agepan defende o retorno do horário de verão para economia de energia em MS
74 vagas
Concurso público da Sanesul recebe inscrições até 11 de novembro
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19
Orientação
O que fazer para prevenir problemas durante e após temporais
CNH MS Social
Programa de habilitação gratuita já tramita na Assembleia Legislativa
Tempo
Chuva ganha força a partir deste sábado e pode trazer nova tempestade para MS
Precaução
Tradicional Procissão Fluvial é cancelada devido previsão de mal tempo

Mais Lidas

Causa não definida
Motorista de ônibus fretado com 42 passageiros perde o controle e colide na mureta da ponte
Dom Bosco
Homem baleado pede socorro em escola, mas não resiste e morre
Desdobramento
Embarcação que naufragou e fez sete vítimas no rio Paraguai não era de transporte turístico
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19