Menu
domingo, 24 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Em Brasília Deputado Evander pede implantação de restaurante popular para atender Corumbá e Ladário

Estrutura fornecerá alimentação de baixo custo facilitando o acesso a uma alimentação nutricionalmente balanceada às famílias em situação de vulnerabilidade e insegurança alimentar

29 abril 2021 - 09h03Da Redação

O pedido para implantação de um restaurante popular em atendimento à população de Corumbá e Ladário, foi levado pelo Deputado Estadual Evander Vendramini (Progressistas), diretamente ao Ministro da Cidadania João Roma, durante encontro na sede do Ministério em Brasília, nesta quarta-feira (28).

O Programa Restaurante Popular está vinculado ao Ministério da Cidadania que têm por objetivo ampliar a oferta de refeições nutricionalmente adequadas, a preços acessíveis, em atendimento à população de baixa renda, vulnerabilizados socialmente e em situação de insegurança alimentar e nutricional, além de também promover a alimentação adequada e saudável e a valorização dos hábitos alimentares regionais.

“Um programa como este seria de imenso valor para população dos municípios de Corumbá e Ladário, em especial, ao atendimento de pessoas que vivam em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar. É mais uma forma de garantir, acesso para os grupos mais vulneráveis, a uma alimentação balanceada por um preço justo e até mesmo sem custo algum, sendo este fornecimento trabalhado em conjunto com outros programas sociais como o Bolsa Família, CRAS e outros”, destacou Evander.

 Projeto

Vendramini enfatizou a importância da elaboração por parte do município do projeto que contemple as informações necessárias para o credenciamento do município que deverá ainda atender alguns critérios como por exemplo destinar um local em regiões de grande movimentação diária de trabalhadores de baixa renda formais e/ou informais, como, por exemplo, nas áreas centrais das cidades que estejam, preferencialmente, próximas a locais de transporte de massa.

Restaurante Popular

Os Restaurantes Populares têm por objetivo ampliar a oferta de refeições nutricionalmente adequadas, a preços acessíveis, à população de baixa renda, vulnerabilizados socialmente e em situação de insegurança alimentar e nutricional; e também promover a alimentação adequada e saudável e a valorização dos hábitos alimentares regionais.

Integram a estrutura operacional do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN) e são equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional.

Quem pode acessar?

Os Restaurantes Populares são direcionados a municípios com mais de 100 mil habitantes que apresentem elevado número de pessoas em situação de miséria ou pobreza.

O acesso aos restaurantes populares é universal, ou seja, qualquer cidadão pode ser beneficiário do equipamento público. Contudo, a prioridade são os grupos populacionais específicos em situação de insegurança alimentar e nutricional e/ou vulnerabilidade social.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Flagrante
Dois turistas são multados em R$ 1,8 mil por pesca predatória no rio Miranda
Alerta
Últimos dias para inscrições em editais da Funarte
Imunização
Quem pode se vacinar contra Covid neste fim de semana
1 hora a menos
Agepan defende o retorno do horário de verão para economia de energia em MS
74 vagas
Concurso público da Sanesul recebe inscrições até 11 de novembro
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19
Orientação
O que fazer para prevenir problemas durante e após temporais
CNH MS Social
Programa de habilitação gratuita já tramita na Assembleia Legislativa
Tempo
Chuva ganha força a partir deste sábado e pode trazer nova tempestade para MS
Precaução
Tradicional Procissão Fluvial é cancelada devido previsão de mal tempo

Mais Lidas

Causa não definida
Motorista de ônibus fretado com 42 passageiros perde o controle e colide na mureta da ponte
Dom Bosco
Homem baleado pede socorro em escola, mas não resiste e morre
Desdobramento
Embarcação que naufragou e fez sete vítimas no rio Paraguai não era de transporte turístico
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19