Menu
quarta, 22 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Eleito, Evander já trabalha em prol da comunidade pantaneira

15 outubro 2018 - 16h49assessoria de imprensa

Uma semana após ser eleito Deputado Estadual, Evander Vendramini iniciou nesse último final de semana, contatos com as comunidades pantaneiras, ouvindo os anseios de cada uma, as principais demandas para, em 2019, logo após assumir o cargo na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, buscar soluções visando uma vida melhor para a população residente na maior planície alagável do planeta.

E o primeiro contato foi com a comunidade indígena da Aldeia Lalima, 50 quilômetros de Miranda, onde obteve uma expressiva votação. Acompanhado da esposa Regina Panovitch, dos casais Adão e Morgana Cavaglieri, e Duty Paiva e Cineire, de Miranda, além de outros amigos.

Evander agradeceu o apoio recebido dos lalimenses, com gostam de ser chamados, mas citou que a visita teve também outros objetivos. “Eu tenho que agradecer o apoio que vocês me deram com trabalho. Minha vinda aqui é um motivo de satisfação. Vocês vão ter voz na Assembleia Legislativa”, afirmou, se dirigindo aos moradores da aldeia. Reforçou destacado que vai buscar junto ao Governo do Estado e ao Município, soluções para os problemas da comunidade, não só da Aldeia Lalima, mas das demais existentes em Miranda.

O deputado eleito lembrou sua infância na roça, ele mais os quatro irmãos (um deles, Maurílio, estava presente), que sua família tinha na agricultura familiar o principal rendimento, que estudou em escola rural distante cerca de 5 quilômetros da sua casa, e que sabe das dificuldades das comunidades do meio rural.

“A gente tem o pé na terra também. Trabalhei na roça e sabemos, conhecemos a luta de vocês, e somos companheiros”, continuou para, em seguida, afirmar que vai levar as reivindicações da comunidade aos órgãos governamentais (Estado e Município), buscando soluções visando uma vida melhor para todos.

Pauta de reivindicações

No encontro, as lideranças da Lalima entregaram a Evander, um documento contendo reivindicações, entre as quais, viabilização de transporte escolar para atender as crianças que estudam nas escolas João Figueiredo (Municipal) e Professor Atanásio Alves (Estadual); criação de uma associação comunitária; maior representatividade na Assembleia, além de questões ligadas à saúde e agricultura.

O documento foi redigido pelas lideranças locais, cacique João Batista da Silva; vice cacique Valdenir Paiva; professores João Carlos Dias, Claudinei de Souza, Mário Antônio Pires Pereira e Sebastião Rosário, bem como de lideranças femininas como Rosimeire Borges, dona Dilma e Vertínia da Silva.

Sebastião Rosário, por exemplo, afirmou que Evander foi o primeiro deputado eleito a visitar a aldeia, e disse que valeu a pena o empenho de todos para que o então candidato tivesse uma expressiva votação na região, e que tem certeza de que “irá trabalhar pelo nosso povo”.

O cacique João Batista afirmou que os Terenas precisam de maior representatividade, e que Evander “será o deputado que vai olhar para a nossa gente”. Claudinei, por sua vez, disse que a aldeia precisava de maior representatividade, participar e fato da política, e que isto será possível agora com Evander.

Evander Vendramini reafirmou o seu compromisso de trabalhar pelas comunidades pantaneiras. “Fui eleito Deputado Estadual do Mato Grosso do Sul, mas as minhas atenções estarão voltadas para o nosso Pantanal. Além da Aldeia Lalima e Miranda, vamos fazer visitas em Corumbá e Ladário, ouvido as comunidades das duas cidades, inclusive da região ribeirinha, assentamentos e da Aldeia Uberaba, habitada pelos nossos Guatós. É assim que vamos trabalhar, ouvindo a população e buscando soluções para os problemas, visando uma vida melhor para todos”, concluiu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Serviço
Sesc inaugura nova unidade em Corumbá
Arma Apreendida
Polícia prende autor após perseguição e troca de tiros no Cristo Redentor
Em Campo Grande
MDB filia novos membros para juventude do partido
Luto
Armando Anache morre aos 91 anos no Rio de Janeiro
Campanha
Corumbaense pode descartar medicamentos em drive thru nesta quinta (23)
Em Corumbá
Abertas as inscrições para o Festival Internacional de Pesca Esportiva
"Dark Money"
Operação cumpre mandados contra esquema que desviou mais de 23 milhões dos cofres de Maracaju
Só piora
Cinco incêndios urbanos foram registrados nas últimas 24 horas
Fazendo xixi
Mulher cai em ribanceira de 10 metros na Avenida General Rondon
Vento Forte
Figueira cai sobre residência e danifica rede elétrica no Loteamento Pantanal

Mais Lidas

Naviraí
Casal preso por tráfico de aves silvestres recebe multa de R$ 2,5 milhões da PMA
243 anos
Corumbá celebra aniversário com retomada de desenvolvimento
21 de setembro
Incêndios continuam e Corumbá não tem motivo para celebrar o dia da árvore
Tempo
Inverno se despede com temperaturas acima dos 40°C e umidade do ar em níveis críticos