Menu
quinta, 26 de maio de 2022
Festival da Carne
Andorinha Institucional
Geral

Edison Araújo é reeleito presidente da Fecomércio para o quadriênio 2022 a 2026

13 maio 2022 - 14h33Redação

Nesta sexta-feira (13), o atual presidente do Sistema Comércio (Fecomércio, conselhos deliberativos do Sesc e Senac MS e IPF-MS), Edison Araújo, foi reeleito para a gestão do quadriênio 2022 a 2026. 

Edison Araújo agradeceu a confiança na atual administração, que vem sendo tratada com distinção pela Confederação Nacional do Comércio (CNC) e pelos Departamentos Nacionais do SESC e do SENAC. Isso se deve ao pioneirismo nacional, em atividades de assistência social e com o mundo digital por meio de inovações tecnológica e eletrônica. A resposta é uma convocação crescente dos técnicos locais para ações nas mais diversas áreas do sistema em âmbito nacional.   

“Esta confiança tem gerado frutos, como piloto na área de produtos para sindicatos que estão em organização, facilidade de aprovação de nossos projetos de construção dos Regionais do SESC e SENAC”.  Na atual gestão, muitos avanços podem ser comemorados, dentre eles a expansão do Sistema e investimentos que fortaleceram ações indutoras da qualidade de vida dos sul-mato-grossenses e para o desenvolvimento do Estado.  Dentre os principais investimentos feitos pelo Sistema Comércio nos últimos anos, estão a construção do restaurante-escola Terradaságuas, o Senac Hub Academy, Sesc Sabor e Arte e o Sesc Bonito, que em breve passará por uma ampla reestruturação, incluindo a reforma do balneário, além de um centro cultural no principal destino turístico de Mato Grosso do Sul. Os municípios de Ponta Porã e Aquidauana também receberam unidades do Sesc e Senac. Dentre os vários empreendimentos em andamento, está a nova sede que vai abrigar o sistema, um prédio com nove andares, no centro da Capital, com acesso facilitado aos representados. 

Eleição manteve Edison Araújo na gestão da Fecomércio por mais quatro anos. Foto: Divulgação

Pandemia

A representação teve forte papel para a retomada dos negócios, com a participação ativa em instâncias como Câmaras consultivas, o programa "Vai Turismo", em parceria com o Senac, além do desenvolvimento sistemático de pesquisas pelo Instituto de Pesquisa fornecendo subsídios para que os empresários tivessem respaldo na tomada de decisões.   

No ápice da pandemia, a Fecomércio defendeu pautas de interesse de seus representados, atuando diretamente junto ao poder público municipal e estadual e na esfera legislativa, como, por exemplo, comprovando a essencialidade de segmentos para continuidade de atendimento, reivindicando, com sucesso, a redução de juros do FCO e desoneração dos setores mais afetados. Com o programa "Senac Superação" levou aos empresários cursos gratuitos com práticas de gestão para atravessar o período de dificuldades.   

O Sistema teve importante atuação social, por meio do Mesa Brasil Sesc, na segurança alimentar, com arrecadação e doação de alimentos às famílias mais necessitadas, além de doações de EPIs para hospitais e álcool em gel para empresas de turismo de Bonito. Foi sensível, ainda, à questão ambiental com a doação de um barco para combate às chamas no Pantanal. 

Desafios

O cenário econômico que ora se apresenta impõe fortes desafios para esta gestão, avalia Edison Araújo. “Estamos vivendo um cenário que nos obrigará a termos uma união de ações e pensamentos, para podermos orientar e proteger o setor que representamos”.   

Outro foco é acompanhar atentamente o cenário político que se desenha em ano eleitoral e os rumos que essas mudanças devem impor à vida comercial das empresas e do País. Sem perder de vista o cenário internacional, que já impacta no cotidiano das famílias e empresas, acentuando a inflação em decorrência da demanda por combustíveis e insumos agrícolas, por exemplo.  Sobre a pandemia, Edison ressalta que os reflexos econômicos ainda devem ser sentidos por um longo tempo após dois anos de restrições em maior ou menor grau. 

“Ainda temos muito que realizar e estamos com inúmeras frentes de trabalho, podemos citar, parceria entre SENAC, com parceria do SEBRAE, de orientação aos empresários do nosso setor em todo o Estado, com a disponibilidade de, pelo menos, trezentos consultores para atendimento, a continuidade em investimento humano com as questões técnicas afinadas com o mercado, novos investimentos em negócios e estruturas físicas, ampliação das pesquisas, tudo para cada vez mais , atender às necessidades do empresário e vem muita coisa por ai” diz o presidente do Sistema Comércio. 
 

 
* Informações da Fecomércio

Maio Laranja_MPE-MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Informe Publicitário
Com cortes nobres e muito sabor, Festival da Carne de MS integra programação do Fasp
Lista Publicada
IFMS convoca candidatos para heteroidentificação
Novos Brigadistas
Prevenção a incêndios no Pantanal gera economia de gastos e preservação
Fiscalização
Casal é preso com 70,1 Kg de cocaína e 3,5 Kg de skunk na BR 262
Ação Conjunta
Corpo do homem que caiu no Rio é encontrado 10 m de distância do local do acidente
Economia
Adesão ao REFIS pode ser feita até 11 de julho; pagamento em cota única tem 100% de desconto
No Centro
Vereador pede recuperação de pavimento da Cabral para melhorar tráfego de veículos
Fiscalização
MPF aponta irregularidades nas pesquisas do Instituto Ranking em MS
Kadwéus
Dupla é presa com simulacro e celular roubado
Segurança Pública
Polícia Civil anuncia Unidade da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário para Corumbá

Mais Lidas

Informe Publicitário
Com cortes nobres e muito sabor, Festival da Carne de MS integra programação do Fasp
Aguardando Licitação
Até concluir licitação, estudantes do IFMS de Corumbá recebem merenda que não precisa de cozimento
Ação Conjunta
Corpo do homem que caiu no Rio é encontrado 10 m de distância do local do acidente
Segurança Pública
Polícia Civil anuncia Unidade da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário para Corumbá