Menu
quinta, 09 de dezembro de 2021
Governo do Estado - Dezembro
Mobile - Andorinha Dezembro
Geral

Dupla que executou meninas por dívida de droga é presa nove anos após crime

14 julho 2020 - 16h30Midia Max

Acusados por um duplo homicídio ocorrido em 2011, dois homens foram presos durante ação conjunta da Polícia Civil e Polícia Militar na manhã desta terça-feira (14), que cumpriram dois mandados de prisão preventiva, também quatro mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos pela 1ª Vara Criminal.

 está relacionada a um duplo homicídio qualificado de Genifer da Silva Francisco e Tainara Rafaele Bernardes Inácio, ocorrido no dia 20 de novembro de 2011, em Três Lagoas. Na ocasião, elas estavam em uma casa no bairro Santa Terezinha, consumindo entorpecentes.

Em determinado momento, foram surpreendidas por dois homens que ocupavam uma motocicleta. Um deles, de capacete, efetuou ao menos quatros disparos a curta distância, atingindo as duas jovens, que morreram no local. Os dois fugiram na motocicleta e não foram localizados naquela ocasião.

Ao que tudo indica, o alvo principal dos criminosos seria apenas uma das garotas, pelo fato dela estar devendo na “boca de fumo”. Também há informações de que essa vítima estaria sendo acusada pelos criminosos de delatar o local à polícia.

As investigações resultaram na identificação dos suspeitos de 36 e 28 anos, que tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça, que também expediu quatro mandados de busca e apreensão domiciliar, cumpridos na madrugada desta terça.

Um dos investigados foi localizado no município de Aporé (GO), em um sítio que faz divisa com a cidade de Cassilândia, Mato Grosso do Sul. A prisão foi efetuada por cerca de 15 policiais civis e militares, uma vez que se tratava de uma área de zona rural, próximo ao Rio Aporé, cercada de mata ciliar. Já o outro foi localizado no bairro Colinos, em Três Lagoas.

Durante o cumprimento de um dos mandados de busca, foi localizado na casa do pai de um deles, no bairro Santa Luzia, em Três Lagoas, um revólver, marca Taurus, calibre 38, municiada com seis capsulas intactas, sem qualquer documentação legal, razão pela qual o morador foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo. Ele pagou fiança de R$ 1 mil e foi liberado para responder em liberdade.Os investigados responderão por crime de duplo homicídio duplamente qualificado, ou seja, por motivo fútil e à traição, com pena de doze a trinta anos. Após serem interrogados, os presos foram encaminhados ao presídio local, onde se encontram à disposição da Justiça.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
13º e salário de dezembro dos servidores do município devem injetar R$ 30 milhões no comércio
Covid-19
Corumbá inicia hoje a aplicação da 2ª dose da Janssen
Ronda Policial
Homem é preso em flagrante vendendo droga no Cristo Redentor
Corrida Eleitoral
Simone Tebet é lançada como pré-candidata do MDB pela Presidência da República
Primeira Semana
Deputado Paulo Duarte assume nove comissões na Alems e é relator do Refis ICMS
Tempo
Sol predomina e quinta-feira será de calor e tempo seco
Corumbá tem máxima de 37°C sem previsão de chuva
Solenidade
Empossado novo comandante do Corpo de Bombeiros de Corumbá
21 votos favoráveis
Polícia Penal de MS é aprovada com emendas e vai para sessão extraordinária
Barbaridade
Sargento aposentado estava bebendo antes de matar a mãe de 72 anos em Campo Grande
Oportunidade
Feirão Serasa Limpa Nome é prorrogado até 20 de dezembro

Mais Lidas

Barbaridade
Sargento aposentado estava bebendo antes de matar a mãe de 72 anos em Campo Grande
Fiscalização
Máquina de construção asfáltica roubada é impedida de entrar na Bolívia
Solenidade
Empossado novo comandante do Corpo de Bombeiros de Corumbá
21 votos favoráveis
Polícia Penal de MS é aprovada com emendas e vai para sessão extraordinária