Menu
segunda, 25 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Dracco completa um ano de combate à corrupção e crime organizado

06 agosto 2021 - 11h00Sylma Lima

O Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (DRACCO) da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul completa um ano de atuação hoje, 6 de agosto. O Departamento foi criado pelo Decreto nº 15.493, de 5 de agosto de 2020, que alterou o nº 12.218, de 28 de dezembro de 2006, que em suas atribuições inclui a repressão qualificada e especializada no combate à corrupção, ao crime organizado, à lavagem de dinheiro e aos crimes aeronáuticos com competência de atuação em todo o Estado. 

Dentre os principais objetivos de atuação do departamento estão as ações permanentes para o combate ao crime organizado, lavagem de dinheiro e corrupção, para efetivamente, devolver aos cofres públicos os recursos desviados. O DRACCO possui em suas coordenadorias de administração e de operações, uma Seção de Operações Aéreas, um Laboratório de Tecnologia contra Lavagem de Dinheiro (LAB/LD), bem como duas delegacias especializadas: DECCO (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado e DECCOR (Delegacia Especializada de Combate à Corrupção), que inclui as seções de análise criminal e operações, de assessoramento especializado, tecnologia cibernética e telemática, de análise de dados e de tecnologia da informação. 

Com um ano de atuação, o DRACCO coleciona importantes conquistas e mostra resultados significativos. Foram realizadas 16 grandes operações, que capturaram criminosos, desmantelaram esquemas e associações, recuperaram recursos aos cofres públicos e apreenderam grandes carregamentos de drogas.  Em uma das mais recentes, em 30 de junho, 786 tabletes de maconha, pesando 648,8kg foram apreendidos em veículo. Um prejuízo de R$ 995.500,00 para o tráfico. 

 

No decorrer desse primeiro ano, o DRACCO e seus departamentos foram beneficiados com a modernização da sede operacional e ampliação da capacidade nominal da Seção de Operações Aérea, que fazem parte do processo de adequação estrutural do Departamento à sua relevância social e ao desempenho de atividades de polícia judiciária civil especializadas. Aeronaves e equipamentos foram destinados através de cautela judicial federal, para melhor capacitar os policiais nas operações. Entre eles, duas aeronaves de asa fixa, sendo uma aeronave CESSNA modelo C210 avaliado em Um milhão e duzentos mil reais e uma aeronave RAYTOHEON AIRCRAFT modelo BARON 58 avaliado em um milhão e meio de reais. 

Um prédio oriundo de cautela federal foi destinado para instalação da sede base do DRACCO e suas delegacias especializadas DECCO e DECCOR e seções especializadas. O imóvel é fruto da cooperação da Justiça Federal e Ministério Público Federal com a Polícia Civil do Mato Grosso do Sul, após o local ter sido sequestrado judicialmente na Operação “Status”, deflagrada pela Polícia Federal do MS em setembro de 2019. 

Dois hangares foram obtidos por meio de empenho do Governo do Estado através da Delegacia-Geral da Polícia Civil e da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul para utilização da Seção de Operações Aéreas. 

Com informações da Ascom do DRACCO

Deixe seu Comentário

Leia Também

Aviso
Bombeiros disponibilizam telefone fixo devido problemas técnicos na linha 193
Imunização
Veja quem pode se vacinar contra Covid em Corumbá nos próximos dias
Acidente
Rapaz sofre fraturas após ser atropelado na saída da quermesse em Ladário
R$ 350 mil
Bia Cavassa entrega duas viaturas semiblindadas à PRF
Transtornos
Quase 1 milhão de raios atingiram MS neste fim de semana
Procurados
Membros do PCC presos na fronteira com MS são entregues à polícia brasileira
Eldorado
Tempestade derruba fios elétricos e 51 animais morrem eletrocutados em fazenda
Até 4 de Novembro
IFMS segue com inscrições abertas para cursos subsequentes e Proeja
Mundo Novo
Jovem é preso por disparos e porte ilegal de arma de grosso calibre
Meio Ambiente
Semana do Lixo Zero com coleta de vidros e entrega de medicamentos vencidos começa hoje em Corumbá

Mais Lidas

Causa não definida
Motorista de ônibus fretado com 42 passageiros perde o controle e colide na mureta da ponte
Dom Bosco
Homem baleado pede socorro em escola, mas não resiste e morre
Desdobramento
Embarcação que naufragou e fez sete vítimas no rio Paraguai não era de transporte turístico
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19