Menu
sábado, 08 de maio de 2021
Governo - O Estado que cresce - Maio
Andorinha - Maio
Geral

dois são presos por espalhar vídeos no Facebook de garotas chamadas de ‘marmitas’

10 janeiro 2019 - 09h47Midiamax

Mais um caso de vídeos de adolescentes espalhados em redes sociais, Facebook, e distribuído também por WhatsApp virou caso de polícia. O caso agora aconteceu na cidade de Ribas do Rio Pardo – a 97 quilômetros de Campo Grande. Mas, desta vez dois rapazes foram presos e dois adolescentes apreendidos  entre eles uma garota.

Informações passadas pela Polícia Civil, são de que uma adolescente teria criado um vídeo que denegria a imagem de várias meninas da cidade e espalhado no Facebook, sendo que outro adolescente teria compartilhado as imagens em grupos de WhatsApp.

Os rapazes de, 18 e 12 anos, teriam feitos comentários ofensivos as meninas que estavam sendo difamadas no vídeo postado na rede social pela garota. Em um dos comentários, um dos jovens dizia que todas as meninas do vídeo seriam ‘marmitas’ e que quem criou o vídeo deveria ganhar um prêmio. Já outro comentário falava qualificava as vítimas como ‘marmitex’. O vídeo acabou se espalhando com rapidez parando em grupos de outras cidades, Campo Grande, Três Lagoas e Água Clara.

Ao todo 11 meninas são difamadas no vídeo, e a polícia prendeu os rapazes – autores dos comentários. Já os adolescentes foram ouvidos e liberados respondendo pelo crime em liberdade.

Outro caso

Na cidade de Bandeirantes, vídeos de cerca de 20 adolescentes circularam nos últimos dias na cidade, com a intitulação “as marmitas de Bandeirantes”. As vítimas têm de 14 a 18 anos.

O fato gerou indignação por parte das famílias, que procuraram a delegacia. Segundo alguns pais das vítimas, os suspeitos querem difamar as meninas. “Estão chamando nossas filhas de comida, espalhando e compartilhando isso nas redes sociais”, relatou.

As vítimas afirmaram que quem estaria espalhando as imagens com essa intitulação seria um adolescente de 14 anos. Ele já foi ouvido na delegacia de polícia, onde afirmou que não começou a espalhar as fotos, apenas teria compartilhado de outra publicação.

A polícia informou que o caso foi registrado como difamação e será investigado. Não foram divulgados mais detalhes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
PM presenteia criança que sonha ser policial militar em seu aniversário
POLICIAL
PM de Corumbá Intensifica Patrulhamento e Fiscalização em Área Rural
GERAL
Em visita ao Governo do Estado Bia Cavassa acompanha projetos para a região pantaneira
SAÚDE
MS recebe neste sábado novo lote de vacinas da Coronavac para aplicação da segunda dose
CORONAVÍRUS
Levantamento mostra que 17% das mortes por covid em MS eram de pacientes sem comorbidade
GERAL
Detentos bolivianos em Corumbá recebem assistência de Consulado
GERAL
Energisa alerta para consumo consciente da energia elétrica em tempos de home office e aulas on-line
Com mudança na bandeira tarifária, consumidores precisam adotar práticas sustentáveis para evitar desperdício e fazer o uso consciente da energia
EDUCAÇÃO
Reforma e adequação da escola Pedro Paulo de Medeiros começa nesta segunda
POLICIAL
PMA e Bombeiros resgatam anta com mais de 200 kg de piscina em clube
ESPORTE
Vereadores sugerem construção de pista de Mountain Bike em área no Dom Bosco

Mais Lidas

POLICIAL
Jovem é preso com 483 unidades de maconha no Cristo Redentor
OPERAÇÃO PF
PF deflagra Operação Grão Branco de combate ao tráfico internacional de drogas
TRÁFICO DE DROGAS
PRF apreende 494 Kg de maconha e 7 Kg de skunk na BR-262
GERAL
PMA de Corumbá recebe doação de viatura da Vale para uso na fiscalização no Pantanal