Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Doenças respiratórias derrubam estoques de sangue para 20% e Hemosul pede doação

20 agosto 2019 - 08h23Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

O período de tempo seco e a sazonalidade do frio em agosto, que vem e vai, tem derrubado os estoques de sangue no Hemosul (Hemocentro Coordenador de Mato Grosso do Sul). Isso porque doenças respiratórias como rinite, sinusite e alergia impedem a doação. Já o frio afasta mesmo quem costuma doar.

Como consequência, os os estoques de sangue da unidade em Campo Grande estão reduzidos. Algumas tipagens estão abaixo dos 20%, o que atrapalha a oferta de sangue para pacientes de todo o Estado. 

Segundo o Hemosul, a maior necessidade é dos sangues tipo O negativo (O-), O positivo (O+), B negativo (B-) e B positivo (B+). Por isso, a unidade de saúde pede doações não só dos grupos sanguíneos que estão em baixa, mas de todos os tipos, já que as plaquetas servem para ajudar qualquer pessoa.

Salve vidas, doe sangue

Os doadores precisam ter entre 16 e 69 anos para doar sangue. Quem tem 16 e 17 anos precisa estar acompanhado de pai ou mãe ou responsável legal. Caso o menor de idade seja emancipado, pode doar sozinho trazendo o documento de emancipação. Se for casado, precisa trazer a certidão de casamento que já é suficiente para a liberação. 

Peso: Embora a nova lei permita a doação de pessoas abaixo de 50 Kg, a Rede Hemosul-MS reserva-se o direito de aceitar apenas doadores com 55 kg ou mais, para a melhor utilização do sangue coletado e segurança do doador.

Intervalo de doação: Homens podem doar até quatro vezes ao ano com um intervalo mínimo de dois meses. Mulheres podem doar até três vezes ao ano com um intervalo mínimo de três meses.

Doenças que impedem a doação: Doenças hematológicas, cardíacas, renais, pulmonares, hepáticas, autoimunes, diabetes, hipertireoidismo, hanseníase, tuberculose, câncer, sangramentos anormais, convulsões, ou portadores de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue como Doença de Chagas, Hepatite, AIDS, Sífilis. Se estiver com gripe ou alergia deve esperar sete dias após sarar para doar sangue.

Medicamentos: Alguns medicamentos impedem a doação. Portanto fale para o profissional de saúde que for lhe entrevistar os remédios que está utilizando.

Vacinas: As vacinas impedem temporariamente a sua doação. Por isso, aproveite para doar sangue antes de tomar a dose de vacina.

Alimentação: Não esqueça: você deve estar BEM ALIMENTADO para doar sangue. Como muitos pensam não se pode doar sangue em jejum. É diferente de quando vamos fazer exames laboratoriais de sangue, para os quais o jejum é recomendado. Mas você pode evitar alimentos com excesso de gordura quando vier doar sangue. É recomendado que se alimente bem, porém, de forma saudável.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Palestras
3ª edição da Semana da Saúde do Sesc tem foco nos reflexos da pandemia
SCT 2021
IFMS abre inscrições para Semana de Ciência e Tecnologia
Javaporco
PMA flagra criação ilegal de javalis em propriedade de Dourados
Alerta
De agendamentos a esquemas de 'pirâmides', entenda os maiores golpes do Pix em MS
Retomada
Fundtur recebe inscrições no Programa "Incentiva+MS Turismo" até 5 de outubro
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Balanço
Mais de 50% das drogas apreendidas na Operação Fronteiras e Divisas I são de MS
Economia
Comércio deve facilitar pagamento e ser cauteloso para o Dia das Crianças

Mais Lidas

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Desenvolvimento
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida