Menu
quinta, 21 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Documentário regional ‘Ruivaldo, o homem que salvou a terra’ será exibido gratuitamente no Fasp

13 novembro 2019 - 10h30Assessoria

Depois de ter estreado internacionalmente em Bruxelas, no final de setembro, no Musée des Sciences Naturelles – Institut Royal e Fundo Leopoldo III e a convite da princesa Esmeralda, o documentário “Ruivaldo, o Homem que Salvou a Terra”, que tem direção de Jorge Bodanzky e João Farkas como codiretor, ganha exibições especiais no Brasil. Com apoio do Ministério da Cidadania, Secretaria Especial de Cultura, Acaia Pantanal e Instituto Homem Pantaneiro, a primeira apresentação acontece em 18 de novembro, às 19h, em Corumbá (MS), na mesma cidade onde atualmente reside o personagem que dá nome ao filme. O município, por sinal, é uma das portas de entrada para esta que é a mais vasta planície alagada do planeta, cujos moradores poderão assistir, em primeira mão, as cenas registradas na região em que vivem e trabalham.

Segundo a produtora e também organizadora do Documenta Pantanal, Mônica Guimarães, a força e a criatividade do personagem que dá título à obra para lutar contra as muitas intempéries causadas pelo assoreamento do Rio Taquari são o pilar de sustentação do documentário. Ela ainda afirma que, “mais do que alguém real, ele é um homem que, junto de sua família, nunca desiste. Movido por sua intensa paixão pelo Pantanal e sabedor de sua fragilidade, Ruivaldo luta para salvar a terra onde nasceu e criou seus filhos”, diz Mônica, afirmando que Bodanzky e Farkas foram muito felizes ao registrar e contar essa história. 

Para Bodanzky, que já conhecia a região desde os anos 60, a estreia de “Ruivaldo” ocorre em um momento muito oportuno. “Hoje, a temática ambiental está inserida na pauta das discussões tanto no nível nacional quanto no internacional”, diz, complementando que o filme registra, “de maneira muito serena e profunda, o que está acontecendo na região e as possíveis soluções para esse ecossistema tão importante como o Pantanal”.

Produzido entre março de 2018 e agosto de 2019, o documentário tem duração de 46 minutos e foi filmado em várias regiões do Pantanal de Mato Grosso do Sul. Nesses 17 meses foram realizadas seis viagens para pesquisas, entrevistas e tomadas aéreas com drone. No total, 44 profissionais estiveram envolvidos diretamente na produção, que utilizou aviões de pequeno porte, embarcações, carros e barco voadeira como meio de locomoção pelo extenso bioma. 

“Ruivaldo, o Homem que Salvou a Terra” integra uma série de ações da inciativa “Documenta Pantanal”, que irá promover, nos próximos meses, uma série de lançamentos. São trabalhos que registram esse ecossistema por meio de fotos, livros e filmes que trazem a assinatura de renomados profissionais, como Luciano Candisani, Araquém Alcântara e chef Paulo Machado, além do próprio João Farkas, que é um dos organizadores do projeto.

Após a exibição em Corumbá o filme ganhará sessão especial na capital paulista em 25 de novembro.

(serviço)

“Ruivaldo, o Homem que Salvou a Terra”

Onde: Casa Vasques & Filhos

Endereço: Ladeira José Bonifácio , 171-157 – Porto Geral, Corumbá

Quando: 18 de novembro

Hora: 19h

FICHA TÉCNICA

Direção, fotografia e roteiro: Jorge Bodanzky
Codireção e fotos: João Farkas
Produção: Mônica Guimarães
Roteiro e edição: Bruna Callegari
Música original: Marcelo Pellegrini
Som direto: David Pennington
Operador de drone: Silas Ismael
Consultoria: Sandro Menezes Silva

Patrocínios: Lei de Incentivo à Cultura, Rodobens, Ultra e Klabin

Realização: Mog Produtora, Secretaria Especial da Cultura e Ministério da Cidadania

Sobre o Documenta Pantanal

Registrar para documentar e preservar. Este é o mote da iniciativa ‘Documenta Pantanal’, que prevê o desenvolvimento de ações multimídias (exposições, livros e vídeos) que, mais do que celebrarem a beleza e a biodiversidade desse ecossistema, pretendem chamar a atenção da sociedade para a urgência em conhecer e preservar este patrimônio, cujo desconhecimento de sua verdadeira realidade impede um aproveitamento econômico maior do turismo, inclusive um turismo internacional de qualidade. Com a participação de instituições que atuam na região pantaneira, a iniciativa reúne pesquisadores, empresários e a própria comunidade para, em conjunto, mobilizar a sociedade para as questões primordiais desse bioma.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Região Central
PM prender autor de furto e recupera objetos
Outubro Rosa
Bia Cavassa faz doação em apoio a campanha Lenço Solidário
Colônia do Bracinho
Pantaneiro denuncia construção de barragem no Rio Taquari
11.817 mil testes analisados
Estudo da Janssen na região de fronteira mostra eficácia de 50% da vacina e redução de 90% em óbitos
Oportunidade
Inscrições abertas para concurso público de procurador do Estado, com salário de R$ 25 mil
Agenda Política
Presidente Regional do Democracia Cristã visita cidades do interior de MS
Retomada da Economia
Setor de bares e restaurantes aumenta as contratações e retoma movimento
246 quilos de cocaína
Dracco assume investigação da queda do helicóptero do tráfico em Ponta Porã
Dois brasileiros foram presos
Denunciado por participação no roubo de aeronaves em Aquidauana é preso na Bolívia
Imunização
Veja quem pode se vacinar contra Covid em Corumbá nesta quinta e sexta

Mais Lidas

Qualificação
Ministério da Educação anuncia formação para professores da educação infantil
Previsão Meteorológica
Tempo fica firme, mas nova frente fria promete mais chuva para o final de semana
Acidente de Trânsito
Mulher sofre fratura na perna em queda acidental de moto
Destaque
Vereador pede fim do toque de recolher e do uso de máscara em ambientes abertos