Menu
terça, 25 de janeiro de 2022
Andorinha Janeiro/2022
Andorinha Mobile - Janeiro 2022
Geral

Deteriorado pelo tempo Centro de Convenções do Pantanal pode ser interditado

09 dezembro 2021 - 09h43Sylma Lima

Inaugurado em 20 de setembro de 2009, o Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gomez nasceu com o proposito de promover o turismo de eventos na fronteira de Mato Grosso do Sul com a Bolívia. Já foi administrado pelo Sesc, mas atualmente é gerenciado pela Prefeitura de Corumbá, abrigando em seu interior a secretaria de Turismo, ANTAC (Agência Nacional de Transporte Aquaviário) e Agencia Portuária. Apesar de ser palco de grandes seminários no seu complexo de auditório, com salas de reuniões e restaurante o prédio todo está deteriorando pelo tempo e falta de manutenção. Doze anos se passaram e nenhuma reforma foi feita por gestores municipais.

Teto com marcas de goteiras,lâmpadas queimadas,  e infiltrações. Foto: Sylma Lima

Aparelhos de ar condicionado da época em que foi inaugurado quase todos estragados, as salas estão com goteiras e o teto já recebeu diversos remendos ‘meia boca’ para evitar a entrada de chuva, mas teima em desabar a qualquer momento. Portas quase todas quebradas ou destruídas por cupim, escadaria sem iluminação e segurança, entre outros problemas estruturais fizeram com que o Corpo de Bombeiros notificasse a administração dos problemas, com auto de infração após vistoria nas dependências. A medida tem como objetivo dar um prazo de trinta dias para as adequações legais necessárias, e caso não seja solucionado, em ultima punição vem a interdição do prédio. O Capital do Pantanal conversou com o Corpo de Bombeiros que confirmou sobre a notificação. Também apuramos que eventos do Pantanal Extremo foram proibidos de serem realizados no local.

Construção

O Centro teve o nome em memória ao pai do ex senador Delcidio Amaral. Foi uma homenagem da Câmara de Vereadores ao engenheiro Miguel Gomez, que trabalhou na implantação da ferrovia até a Bolívia e em outros projetos de desenvolvimento na região.

Foi construído no local onde existia um antigo armazém no Porto Geral, em frente ao Rio Paraguai. Construído em três etapas, possui um auditório, seis salas para reuniões, cafeteria, choperia, restaurante e estacionamento para 120 veículos.  Na segunda etapa foi concluído um teatro de 700 lugares, com palco de 152 m2, quatro camarins, dez banheiros, cabines de som, iluminação, e salas de imprensa, ensaios e tradução. A terceira etapa ficou pronta em meados de 2010, junto com a construção de mais um estacionamento, passarela e guarita de segurança, além de equipamentos. Na ocasião foi construído com emendas do senador Delcídio Amaral em contrapartida com o município.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Benefício
Portadores de síndrome de Down passam a ter isenção de ICMS na compra de veículos 0km
Tráfico de Drogas
Homem é preso com 620 kg de maconha após perseguição em rodovia
Receptação
Homem é flagrado com moto roubada em blitz no centro
Denúncia
Homem rompe tornozeleira e é reconduzido para presídio
3ª Fase
Preso terceiro envolvido no sequestro e roubo em escola municipal de Corumbá
Variedade
Qual é o melhor banco digital para PJs?
4 quilos
Cocaína ocultada em papel é apreendida em van com destino a Campo Grande
Imunização
Ministério da Saúde anuncia mais 26.500 doses da Pfizer pediátrica para MS
Tempo
Mato Grosso do Sul terá mais um dia de calor intenso; tempo muda nos próximos dias
São esperadas chuvas de intensidade moderada a forte à partir de quarta-feira (26)
Imunização
Corumbá disponibiliza 11 pontos de vacinação e apenas um funciona o dia todo

Mais Lidas

Fronteira
Família simulou venda de 20 mil toneladas de grãos em MS para 'maquiar' tráfico de cocaína
Crime de 2016
Homem condenado por estupro de vulnerável é preso em Corumbá
Desdobramentos
Polícia recupera TV furtada e prende mulher por receptação
Começa hoje
Programa Vale Universidade abre inscrições com 1 mil vagas disponíveis