Menu
domingo, 14 de julho de 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Detentos de três presídios protestam contra treinamento de Agentes

14 abril 2016 - 10h22Correio do Estado
Movimento aparentemente coordenado nos presídios de Dourados, Corumbá e na Máxima, em Campo Grande, colocou em alerta agentes penitenciários desde o começo da noite desta quarta-feira (13). Os presos dessas unidades estão batendo nas grades e causando grande barulho. O ato seria uma forma de protesto. Nessas três cidades há presença de organização criminosa dentro dos presídios. O motivo, pelo que a reportagem apurou, seria contra uma demonstração feita na tarde desta quarta na Máxima de curso que 78 agentes penitenciários realizaram sobre intervenção rápida, para justamente conter tumultos antes mesmo que a Polícia Militar seja chamada. A ação, mesmo que de treinamento, teria desagradado os presos e gerado tumulto. A redação do Correio do Estado recebeu ligação de familiares de presidiários criticando a iniciativa. As pessoas acreditavam que se tratava de uma atividade de repressão, e não apenas uma aula. Essa capacitação foi oferecida pela Agência Estadual de Administração Penitenciária (Agepen), por meio da Escola Penitenciária e com o apoio da Fundação Escola de Governo. A formação dos profissionais acontece nesta quinta-feira (14), às 07h30, na dependências do 20º Regimento de Cavalaria Blindada do Exército, em Campo Grande. O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, e o diretor-presidente da Agepen, Airton Stropa, estarão presentes no evento. O 1º curso de treinamento para intervenção rápida, contenção, vigilância e escola do sistema penitenciário de Mato Grosso do Sul foi ministrado pela Diretoria Penitenciária de Operações Especiais (DPOE) e é considerado o melhor do Brasil. A assessoria da Agepen informou que não houve tumulto que deveria gerar preocupação, pois foi apenas uma demonstração. Os agentes penitenciários ainda programam greve em todo o Estado a partir de 2 de maio, para cobrar o governo do Estado sobre falta de estrutura para a categoria e reajuste insatisfatório.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Aumento de Temperatura
Ecoa analisa recuo do fogo no Pantanal e alerta para risco de novos incêndios nos próximos dias
Madrugada
Morador de rua morre em noite com frio de -4ºC em bairro da Capital
Na Capital
MS abre Paralimpíadas Escolares com foco na inclusão e no poder do esporte em transformar vidas
Virtual
Iphan realiza oficina de divulgação do Prêmio Rodrigo no Mato Grosso do Sul
Operação Pantanal II
Forças Armadas montam base avançada para acolher 100 brigadistas no Pantanal de MT
Conscientização
Dia Mundial do TDAH: especialista fala sobre sintomas, diagnóstico e tratamento
Destaque
Senac MS recebe selo 'melhores empresas para se trabalhar' pela segunda vez
Aposta
Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio acumulado em R$ 15 milhões
Meio Ambiente
Biólogos tentam salvar fauna ameaçada pelo fogo no Pantanal
Plantão
Bombeiros combatem incêndios em terrenos baldios de Corumbá e Ladário

Mais Lidas

Madrugada
Morador de rua morre em noite com frio de -4ºC em bairro da Capital
Tempo
Sábado amanhece nublado e com termômetros marcando mínima de 10°C em Corumbá
Corumbá tem máxima de 18°C
Publicado em Diário
TJMS reconhece legalidade na cobrança da Taxa do Lixo em Corumbá
1º de agosto
De caminhonete à sucata, leilão on-line vai oferecer 312 lotes em MS