Menu
segunda, 25 de janeiro de 2021
Senar MS
Andorinha Janeiro/Fevereiro Mobile
Geral

Decreto aperfeiçoa Programa Vale Renda e mantém 13º do benefício

06 abril 2019 - 09h04Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Na constante busca pelo aperfeiçoamento dos programas sociais que atendem a população sul-mato-grossense, o Governo do Estado publicou hoje (5.4), no Diário Oficial do Estado, o decreto nº 15.203 que traz adequações que devem ser observadas pelos beneficiários do Programa Vale Renda (PVR). A possibilidade de pagamento de uma parcela adicional no mês de dezembro está mantida.

“Sempre estamos buscando as melhores formas de alcançarmos aquelas pessoas que mais necessitam do apoio do Estado, auxiliando com esse benefício do Programa Vale Renda, buscando conexões com o empreendedorismo, com o mercado de trabalho, fazendo com que essas famílias tenham novas perspectivas. Essas adequações darão ainda mais transparência ao trabalho que vem sendo feito e beneficiando, de fato, pessoas que estão em risco social”, ressaltou a titular da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), Elisa Cleia Nobre.

Conforme a publicação um dos critérios para receber o benefício é a manutenção do Cadastro Único (CadÚnico) atualizado, em todo o período no qual a família receber o benefício. As medidas reforçam o compromisso do Governo do Estado com os programas sociais, focando no atendimento e na transparência das ações desenvolvidas dentro do benefício de transferência de renda.

Ainda conforme a publicação, o Programa Vale Renda publicará, em até 30 dias, normas complementares à execução do decreto, bem como também acompanhará frequência em cursos escolares e de qualificação profissional, evitando assim má aplicação na concessão do benefício. O decreto traz ainda que o benefício do Programa Vale Renda será concedido por 12 meses, sendo possível sua prorrogação por igual período.

Benefício

O Vale Renda é gerenciado pela Secretaria de Direitos Humanos Assistência Social e Trabalho (Sedhast) e atende famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica com aporte financeiro de R$ 180,00 mensais. Também promove reuniões socioeducativas organizadas com a meta de fortalecer os vínculos familiares, propiciar maior acesso às políticas públicas e aos direitos sociais.

Confira a publicação do decreto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLICIAL
Grupo é preso por tráfico de droga no Popular Nova
ECONOMIA
Apostador de Fortaleza acerta os seis números sorteados na Mega-Sena
SAÚDE
Saúde começa segunda fase de distribuição de vacinas contra a Covid-19
TEMPO
Neste domingo Corumbá tem temperatura mínima de 23°C e máxima de 31°C
EDUCAÇÃO
O que é preciso saber para o segundo dia do Enem
GERAL
Correios celebra Dia do Carteiro e 358 anos de serviço postal
COVID-19
Boletim Covid-19 deste sábado registra óbitos em 12 municípios
GERAL
Startup de design investe em site para vender produtos sul-mato-grossenses
GERAL
Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 22 milhões
DEFESA CIVIL
Sala de Situação do Imasul alerta para risco de transbordamento dos rios Miranda e Aquidauana

Mais Lidas

COVID-19
Boletim Covid-19 deste sábado registra óbitos em 12 municípios
DEFESA CIVIL
Sala de Situação do Imasul alerta para risco de transbordamento dos rios Miranda e Aquidauana
EDUCAÇÃO
O que é preciso saber para o segundo dia do Enem
GERAL
Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 22 milhões