Menu
quarta, 22 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Curso de primeiros socorros poderá ser obrigatório nas escolas

31 março 2018 - 08h21Câmara de Corumbá

Está em tramitação na Câmara de Vereadores de Corumbá, um Projeto de Lei do vereador Yussef o aprendizados das crianças e adolescentes, precisam ter conhecimento das noções básicas de primeiros socorros, “para garantir não somente a aplicação de uma formação educacional de qualidade, 

Mas também proporcionar a manutenção da integridade física e psíquica de seus tutelados e alunos”. 

 

Yussef lembra estatísticas recentes em relação a acidentes envolvendo crianças e adolescentes. “São apontados equivocadamente como de baixa periculosidade, mas têm levado muitos jovens a enfrentar sequelas fisiológicas e anatômicas irremediáveis ou ainda, vir a sofrer o malogrado óbito”. 

 

“Profissionais de saúde afirmam que um número expressivo desses acidentes pode ser administrado, atenuando ou anulando das suas consequências com uma imediata prestação de auxílio básico ao jovem ou criança por parte de um adulto previamente treinado em procedimentos básicos de primeiros socorros”, continuou. 

Yussef informou que a proposta “é não permitir que se instale, por pura negligência ou descuido, um quadro severo ou letal, fruto de acidente pelo simples desconhecimento de técnicas simples de ação imediata, que podem sem a diferença entre a vida e a morte de um vulnerável. Até que o socorro especializado prestado por um médico, enfermeiro, bombeiro ou policial torne-se possível, algumas técnicas simples podem auxiliar na sobrevida de um jovem acidentado”. 

 

Lembra que esses tipos de acidentes implicam no crescente aumento da mortalidade e invalidez na infância e adolescência e, naturalmente, uma importante fonte de preocupação de pais e mães. Os índices apontam percentuais superiores a 70% em adolescentes de 10 a 14 anos, quando se analisam as mortes decorrentes de causas externas (acidentes e violências). Esses acidentes ocasionam, a cada ano, no grupo com idade inferior a 14 anos, quase 6.000 mortes e mais de 140.000 admissões hospitalares, somente na rede pública de saúde. 

Lembra que o Projeto de Lei apresentado visa proporcionar aos pais e mães, um cenário de maior conforto emocional e segurança prática, sobre seus filhos que estão sob momentâneo cuidado – educacional ou recreativo - de terceiros. 

 

O Projeto 

 

O Projeto de Lei prevê que o curso será de periodicidade anual e deverá ser direcionado a todos os professores e funcionários das unidades de ensino e recreação, sem prejuízo de suas atividades ordinárias. Deverão ser ministrados por entidades municipais ou estaduais, especializadas em práticas de auxílio imediato e emergencial à população tais como Corpo de Bombeiros, Serviços de Atendimento Móvel de Urgência, Defesa Civil, Forças Policiais, Secretarias de Saúde, entre outros. 

 

Tem como objetivo identificar e agir preventivamente em situações de emergências e urgências médicas; intervir no socorro imediato do acidentado até que o suporte médico especializado, local ou remoto, torne-se possível. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Serviço
Sesc inaugura nova unidade em Corumbá
Arma Apreendida
Polícia prende autor após perseguição e troca de tiros no Cristo Redentor
Em Campo Grande
MDB filia novos membros para juventude do partido
Luto
Armando Anache morre aos 91 anos no Rio de Janeiro
Campanha
Corumbaense pode descartar medicamentos em drive thru nesta quinta (23)
Em Corumbá
Abertas as inscrições para o Festival Internacional de Pesca Esportiva
"Dark Money"
Operação cumpre mandados contra esquema que desviou mais de 23 milhões dos cofres de Maracaju
Só piora
Cinco incêndios urbanos foram registrados nas últimas 24 horas
Fazendo xixi
Mulher cai em ribanceira de 10 metros na Avenida General Rondon
Vento Forte
Figueira cai sobre residência e danifica rede elétrica no Loteamento Pantanal

Mais Lidas

Naviraí
Casal preso por tráfico de aves silvestres recebe multa de R$ 2,5 milhões da PMA
243 anos
Corumbá celebra aniversário com retomada de desenvolvimento
21 de setembro
Incêndios continuam e Corumbá não tem motivo para celebrar o dia da árvore
Tempo
Inverno se despede com temperaturas acima dos 40°C e umidade do ar em níveis críticos