Menu
domingo, 14 de julho de 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Cultivo de flores: a paixão de quem se dedica a natureza e suas belezas

14 junho 2016 - 06h58Karina Barbon
Em cada cantinho da nossa cidade branca podemos encontrar curiosidades e talentos escondidos. Corumbá, cercada por uma fauna e flora em abundancia também traz para dentro da cidade um pouco dessa natureza tão presente na vida pantaneira.Há 5 anos cultivando flores, mas uma vida inteira de amor as plantas, Elza Ito Barôa tem em sua casa um belo exemplar de um jardim cultivado com muita dedicação. São orquídeas, samambaias, cactos entre outros tipos de flores que estão presentes em seu quintal. Mas a preferida é a rosa do deserto. Uma flor originaria da Tailândia e que se adaptou muito bem com o clima de Corumbá. Gosta do calor e floresce no verão.De nome cientifico Adeniun Obesun, a rosa do deserto pode ser encontrada em diversas cores e é germinada através de sementes. O cultivo inicial exige cuidados, ainda mais com nossas temperaturas elevadas. Embora adaptada ao clima quente, quando está em processo de crescimento, a muda precisa de atenção. “Quando está muito quente é preciso borrifar água ao longo do dia, e não expor as flores diretamente ao sol por muito tempo, o clima não atrapalha mas tem que cuidar. ” Afirma. Assim como a rosa do deserto, Elza ressalta que as orquídeas também precisam de cuidados especiais, como adubar e aguar na quantidade certa por exemplo. Elza traz um carinho muito especial pelas flores e não comercializa, trata apenas como uma paixão. E ela não está sozinha. Em 2011,  fundou o grupo “Verdolátras”, com o objetivo da troca de informações, repasse de mudas, cuidados com as flores e claro uma conversa animada entre amigos. São 19 participantes no grupo, pessoas de Corumbá, Ladário e Bolívia que sempre que possível se reúnem para mostrar e admirar os resultados de um trabalho feito com tanto carinho e dedicação as flores. O grupo está aberto a novos participantes, basta o amor pelas plantas, ser da região e ter um perfil nas redes sociais. “ Somos verdólatras de corpo e alma. Somos amantes da natureza.” Afirma Elza. Sem dúvida, um hobbie de encher os olhos. Não é necessário muito espaço ou horas de trabalho para que as plantas façam a sua parte. Basta um pouco de dedicação, cuidados e respeito para que as flores apareçam trazendo alegria e vida para dentro da casas dessas pessoas apaixonadas pela natureza.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Aumento de Temperatura
Ecoa analisa recuo do fogo no Pantanal e alerta para risco de novos incêndios nos próximos dias
Madrugada
Morador de rua morre em noite com frio de -4ºC em bairro da Capital
Na Capital
MS abre Paralimpíadas Escolares com foco na inclusão e no poder do esporte em transformar vidas
Virtual
Iphan realiza oficina de divulgação do Prêmio Rodrigo no Mato Grosso do Sul
Operação Pantanal II
Forças Armadas montam base avançada para acolher 100 brigadistas no Pantanal de MT
Conscientização
Dia Mundial do TDAH: especialista fala sobre sintomas, diagnóstico e tratamento
Destaque
Senac MS recebe selo 'melhores empresas para se trabalhar' pela segunda vez
Aposta
Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio acumulado em R$ 15 milhões
Meio Ambiente
Biólogos tentam salvar fauna ameaçada pelo fogo no Pantanal
Plantão
Bombeiros combatem incêndios em terrenos baldios de Corumbá e Ladário

Mais Lidas

Madrugada
Morador de rua morre em noite com frio de -4ºC em bairro da Capital
Tempo
Sábado amanhece nublado e com termômetros marcando mínima de 10°C em Corumbá
Corumbá tem máxima de 18°C
Publicado em Diário
TJMS reconhece legalidade na cobrança da Taxa do Lixo em Corumbá
1º de agosto
De caminhonete à sucata, leilão on-line vai oferecer 312 lotes em MS