Menu
quarta, 27 de janeiro de 2021
Andorinha Janeiro/Fevereiro
Andorinha Janeiro/Fevereiro Mobile
Geral

CTI do Cassems de Corumbá deve funcionar em início de 2020

25 janeiro 2019 - 17h14Sylma Lima
Ricardo mostrando a sala de unidade intensiva quase pronta em Corumbá. Fotos: Victor Viegas

 

No dia 30 de Março de 2016 o medico cardiologista Ricardo Ayache, presidente da Cassems, lançou a pedra fundamental do hospital dos servidores em Corumbá, inaugurado no dia 23 de Novembro de 2018, no bairro Popular Velha. A obra orçada em R$ 15 milhões de reais  com recursos próprios, e parte  financiada pelo BNDES, ainda não está finalizada, pois, o próximo passo  é concluir a, já iniciada,  Unidade de Terapia Intensiva  (UTI) ,prevista para inicio de 2020. Quem olha de fora não imagina o tamanho da área que esta sendo ampliada, e já em estado adiantado, inclusive o elevador .

Ricardo Ayache conversou com a reportagem do Capital do Pantanal e explicou que atualmente o maior desafio dos gestores de saúde é a melhoria da qualidade de vida , e para isso já estão sendo implantados programas de prevenção ás doenças, “ os idosos , principalmente, precisam envelhecer saudáveis, por isto estamos trabalhando com saúde preventiva” . Ele adiantou que em Corumbá o hospital já conta com tomografia computadorizada e ressonância magnética funcionando a pleno vapor, “ a hemodinâmica será o próximo a ser implantadoem Março.  Estamos ampliando o hospital em mais dez quartos, com dois pisos, elevador e UTI” , disse.

Obra faz parte da segunda fase do hospital. Fotos: Victor Viegas

Outra novidade é que a partir do proximo mês o hospital de Campo Grande esta abrindo residência médica com quatro profissionais, sendo dois intensivistas e dois cirurgiões gerais. As inovações e investimentos não param, e  todos os outros hospitais da Cassems no estado estão passando por reformas e ampliações, “ o hospital de Campo Grande já esta pequeno e temos uma área de mais de 20 mil metros quadrados para aumentar, além de Aquidauana, Três Lagoas, Dourados, Navirai, e Parnaiba. Todos serão revitalizados, e haverá investimentos no setor da odontologia com  ônibus itinerante e consultório móvel” .

Quanto às obras do CTI em Corumbá, estas já estão avançadas, e funcionará em piso superior, cujo acesso será por elevador, , “ temos muito trabalho pela frente, a sala está projetada e já estamos adquirindo equipamentos” . Segundo Ayache Corumbá terá mais obra de excelência .

O Hospital da Cassems desafogou o atendimento da Santa Casa. criada em 1904 e aberta a atendimento desde de 1912 pela Sociedade Beneficença Corumbaense. A unidade hoje funciona com 50 leitos, sendo já estão sendo planejados mais 35 para a segunda fase.

Ricardo Ayache foi o gestor que transformou o plano de saúde dos servidores em MS e colocou a empresa como uma das melhores para se investir no país. Fotos: Victor Viegas

Deixe seu Comentário

Leia Também

DENÚNCIA
Funcionários demitidos do hospital não recebem rescisão trabalhista
ENCHENTE
PMA de Miranda e Defesa Civil municipal trabalham no resgate de famílias atingidas por enchentes
Geral
Curiosidade: quando foi fabricada a tecnologia Smartwatch
POLÍTICA
Presidente da Alems, Paulo Corrêa assume como governador em exercício de MS
COVID-19
Janeiro registra mais de 460 óbitos por coronavírus e já é o 3º pior mês da pandemia
MORTE POR COVID-19
Cinco dias após morte do marido, ex-primeira-dama de Dourados não resiste à Covid-19
EDUCAÇÃO
IFMS reabre prazo de matrículas da 1ª chamada para cursos técnicos integrados
Aprovados têm até esta quarta-feira, 27, para fazer a matrícula em cursos técnicos integrados ao ensino médio. Retificação altera datas previstas para novas chamadas
EDUCAÇÃO
Gabaritos do Enem serão divulgados nesta quarta-feira
CHUVA FORTE
Temporal em Corumbá causa queda de árvores e alagamentos
ECONOMIA
Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas

Mais Lidas

DENÚNCIA
Funcionários demitidos do hospital não recebem rescisão trabalhista
ECONOMIA
Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas
CHUVA FORTE
Temporal em Corumbá causa queda de árvores e alagamentos
MORTE POR COVID-19
Cinco dias após morte do marido, ex-primeira-dama de Dourados não resiste à Covid-19