Menu
quarta, 22 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Credenciamento para profissionais de saúde segue aberto na Santa Casa de Corumbá

04 julho 2019 - 10h15Assessoria de Comunicação da Associação Beneficente de Corumbá

O Ministério Público Federal (MPF) em Corumbá (MS) recomendou à junta administrativa da Santa Casa do município que tome providências relativas à contratação e remuneração dos médicos que prestam serviços ao hospital, com base nos princípios de isonomia, transparência e legalidade, dessa forma, o hospital divulgou uma nota à respeito do credenciamento dos profissionais.

Leia na íntegra:

"Por recomendação do Ministério Público Federal, publicado no dia 6 de fevereiro do presente ano, sob a inscrição de Inquérito Civil registrado com o número 1.21.004.000192/2017-95, e para dar transparência com a administração do dinheiro público, a Junta Administrativa Interventora da Associação Beneficente de Corumbá, promove desde o dia 22 de março o credenciamento de “Pessoas Jurídicas para prestação de serviços médico/hospitalares, exames, procedimentos e serviços profissionais com atuação direta ligada a cuidados dos pacientes com serviços a serem prestados na Associação Beneficente de Corumbá, do município de Corumbá/MS” (Edital).

O credenciamento segue o rito de transparência e isonomia por intermédio de publicidade de abertura em Diário Oficial do Município de Corumbá (DIOCORUMBÁ), Diário Oficial do Estado do Mato Grosso do Sul, e por fim, mas não menos importante, no Diário Oficial da União.

De acordo com a publicação do MPF em seu terceiro parágrafo:

“A recomendação visa assegurar que a forma de contratação do corpo médico do hospital atenda à continuidade dos serviços públicos essenciais, à transparência e eficiência no controle de recursos públicos, à assiduidade dos profissionais contratados, à qualidade dos serviços prestados e à isonomia e publicidade das contratações.”

(Assessoria de Comunicação Social do Ministério Público Federal de Mato Grosso do Sul | 6 de fevereiro de 2019 às 19h25 | http://www.mpf.mp.br/ms/sala-de-imprensa/noticias-ms).

Salienta-se que este procedimento visa atender além da recomendação do Ministério Público Federal, aos princípios e normas legais, que por consequência resultará na melhor prestação dos serviços de saúde à população de Corumbá, Ladário e municípios vizinhos da Bolívia, que são assistidos pelo único hospital que atende pelo SUS nesta região.

A Junta Administrativa Interventora da Associação Beneficente de Corumbá não mede esforços para administrar o complexo de saúde de forma transparente, respeitosa e humana."

Deixe seu Comentário

Leia Também

Serviço
Sesc inaugura nova unidade em Corumbá
Arma Apreendida
Polícia prende autor após perseguição e troca de tiros no Cristo Redentor
Em Campo Grande
MDB filia novos membros para juventude do partido
Luto
Armando Anache morre aos 91 anos no Rio de Janeiro
Campanha
Corumbaense pode descartar medicamentos em drive thru nesta quinta (23)
Em Corumbá
Abertas as inscrições para o Festival Internacional de Pesca Esportiva
"Dark Money"
Operação cumpre mandados contra esquema que desviou mais de 23 milhões dos cofres de Maracaju
Só piora
Cinco incêndios urbanos foram registrados nas últimas 24 horas
Fazendo xixi
Mulher cai em ribanceira de 10 metros na Avenida General Rondon
Vento Forte
Figueira cai sobre residência e danifica rede elétrica no Loteamento Pantanal

Mais Lidas

Naviraí
Casal preso por tráfico de aves silvestres recebe multa de R$ 2,5 milhões da PMA
243 anos
Corumbá celebra aniversário com retomada de desenvolvimento
21 de setembro
Incêndios continuam e Corumbá não tem motivo para celebrar o dia da árvore
Tempo
Inverno se despede com temperaturas acima dos 40°C e umidade do ar em níveis críticos