Menu
domingo, 17 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Corumbá recebe mais R$ 240 mil de recurso federal para atendimento à Covid-19

20 agosto 2021 - 10h15Sylma Lima

Desde o inicio da pandemia até agora, Corumbá já recebeu montante superior a R$ 30 milhões em recursos enviados pelo governo federal, como apoio ao trabalho contra a Covid-19. Porém, a verba milionária ainda não foi suficiente para desafogar as finanças da Santa Casa, visto que médicos estão pedindo demissão devido atraso nos salários. Conforme foi denunciado esta semana pelo Sindicato da Categoria.

A secretaria de saúde do município e a administração da Santa Casa, afirmam que o governo federal está em atraso com os repasses, porém o curioso é como os recursos menais podem estar atrasados se novos valores continuam chegando.

Conforme divulgado pelo Ministério da Saúde, 17 unidades do interior do estado de Mato Grosso do Sul foram credenciadas para receber novos rinvestimentos como forma de incentivo e custeio das atividades. O montate some R$ 2.124.000,00. 

O repasse do valor foi assinado pelo ministro Marcelo Queiroga e publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (20), em caráter emergencial. Os recursos serão transferidos em parcela única,  cabendo aos beneficiários o uso adequado, com registro e transparência, sob risco de pena de devolução. 

Serão beneficiadas unidades de Aquidauana (R$ 180 mil), Bandeirantes (R$ 180 mil), Corumbá (R$ 240 mil), Dourados (R$ 480 mil), Fátima do Sul (R$ 180 mil), Iguatemi (R$ 180 mil), Jardim (R$ 300 mil), Ladário (R$ 180 mil), Maracaju (R$ 180 Mil), Mundo Novo (R$ 240 mil), Naviraí (R$ 300 mil), Nova Alvorada do Sul (R$ 180 mil), Rio Brilhante (R$ 300 mil), Selvíria (R$ 180 mil), Sonora (R$ 180 mil) e Três Lagoas (R$ 180 mil). 

O requerimento do deputado estadual Evander Vendramini ao Ministério da Saúde e órgãos fiscalziadores se faz mesmo necessário, afinal é preciso saber para onde está indo todo o valor recebido pelo município para usar no combate a pandemia, que não chega na conta bancária dos médicos da linha de frente, tão essenciais para a cidade sair da pandemia com o menor número de mortes possível.

Vale ressaltar, que além de toda a ajuda ficanceira recebida pelo do governo federal, o prefeito Martcelo Iunes, também pediu socorro para o governo do Estado. Em reunião com o secretário Eduardo Riedel, nesta quinta-feira (19), o Estado se comprometeu a pagar um dos meses atrasados do salário dos médicos da Santa Casa. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tragédia
Médico do interior de SP é um dos sobreviventes de barco que naufragou; quatro parentes morreram
Atualizações
Dois dos corpos encontrados no rio Paraguai são identificados
Inédito
Tempestade de areia: Energisa recebeu 4 mil chamados em Campo Grande
Dia Mundial da Alimentação
Em MS, 69% da população está com excesso de peso e 36% com obesidade
Ensino Superior
UEMS investe mais de R$ 13 milhões em bolsas e auxílios para estudantes
Transporte
Expresso Queiroz tem autorização suspensa por incapacidade de atender passageiro
Defesa Civil
Tempestade de poeira e vendaval causaram estragos em pelo menos sete nos municípios
Cidade em alerta
Ventos de 64 km/h destelharam 20 casas em Corumbá
Previsão Meteorológica
Tempo continua fechado com chance de mais chuva para grande parte do Estado
Tragédia
Naufrágio no rio Paraguai deixou sete pessoas desaparecidas

Mais Lidas

Tragédia
Médico do interior de SP é um dos sobreviventes de barco que naufragou; quatro parentes morreram
Tragédia
Naufrágio no rio Paraguai deixou sete pessoas desaparecidas
Atualizações
Dois dos corpos encontrados no rio Paraguai são identificados
Cidade em alerta
Ventos de 64 km/h destelharam 20 casas em Corumbá