Menu
sábado, 16 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Corumbá (MS) terá cinco parques solares financiados pelo FDCO

06 janeiro 2021 - 09h25Assessoria

A Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) aprovou o empenho de R$ 17,1 milhões, por meio do Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO), em favor do projeto da empresa ERR Empreendimento Imobiliário LDTA. O objetivo é implantar cinco parques solares no município de Corumbá, Mato Grosso do Sul.

O recurso federal financiará a criação de parques solares de 1,3 MWp, contemplando aquisição de equipamentos, como inversores e placas solares. Os parques terão seus sistemas interligados com a rede da concessionária de energia do município, a Energisa. Segundo a empresa, o projeto deseja promover uma estabilidade na rede elétrica, fornecendo fontes alternativas de geração de energia à população da região.

“O setor de energia solar tem gerado muitas oportunidades de desenvolvimento para o Centro-Oeste, pois temos uma das regiões mais favorecidas pela insolação no país. Apoiando empreendimentos de energia limpa por meio do FDCO, incentivamos outras empresas do segmento a também buscarem recursos federais para investir em seus negócios, oportunizando o crescimento econômico e social das regiões”, diz o diretor de Implementação de Programas e de Gestão de Fundos da Sudeco, Renato Lima.

De acordo com a Empreendimento Imobiliário LTDA, o projeto deve gerar cinco empregos diretos durante a operação da usina e 20 empregos durante a construção, além de contratações de serviços e transportes locais.
O recurso será gerido pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE, agência financeira escolhida pelo tomador.

O projeto está enquadrado dentro das prioridades setoriais de infraestrutura, geração, transmissão e distribuição de energia, que foram previstas pelo Conselho Deliberativo do Centro-Oeste (Condel/Sudeco) para o FDCO, em 2020.

Balanço FDCO 2020

Foi previsto um recurso de R$ 480,5 milhões pelo Orçamento Geral da União (OGU). No ano, a Sudeco autorizou empenhos de oito projetos focados em atividades produtivas e novos negócios de empreendimentos em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal e Goiás. Portanto, foram utilizados 100% dos recursos federais destinados ao FDCO.

Sobre o Fundo

O FDCO é um fundo público, administrado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e a Sudeco, que oferece recursos com taxas de juros diferenciadas, prazo de até 20 anos para pagamento e carência de um ano após a data prevista para entrada em operação do empreendimento. O fundo é um instrumento de execução da Política Nacional de Desenvolvimento Regional no Centro-Oeste.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dia do Professor
Façanha destaca papel do professor no período pós-pandemia
Corumbá
Foragido é preso em ronda no bairro Generoso
Corumbá
Dupla é presa com 20 quilos de maconha
Evento
IFMS realizará Festival de Arte e Cultura 2021 de forma virtual
Reforço
Saúde de Corumbá e Ladário recebem mais de 500 equipamentos doados pela Vale
Porto Murtinho
Mulher é multada em mais de R$ 20 mil por exploração ilegal de madeira
Agenda
Povo das Águas atende ribeirinhos da região do Taquari a partir de 24 de outubro
Atualização Vacinal
13 unidades de saúde participam do Dia D de Multivacinação neste sábado em Corumbá
Corumbá
Vereador busca recursos para atender necessidades do Conselho Municipal Antidrogas
Monitoramento
Defesa Civil alerta para chance de novos temporais

Mais Lidas

Agenda Cultural
Marcynho Sensação se apresenta no estádio Arthur Marinho nesta sexta, dia 15
Destaque
Presídio feminino de Corumbá está na lista dos 30 melhor avaliados do país
Associação Criminosa
Segunda fase da operação Dark Card prende ex-funcionário público e empresário
Tempo
Chuvas retornam com chance de grandes acumulados para região sul do Estado