Menu
sábado, 08 de agosto de 2020
Andorinha - Medidas Preventivas Coronavírus
Andorinha - medidas preventivas
Geral

Corumbá firma convênio com TJ para conciliação e mediação de conflitos

07 dezembro 2019 - 08h57Assessoria PMC

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Agência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON), formalizou convênio com o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC) do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ/MS).

A iniciativa visa facilitar e ajudar as partes de um conflito consumerista a chegarem a um acordo bom para ambos os lados. Assinaram o acordo, o prefeito Marcelo Iunes e o presidente do TJ/MS, desembargador Paschoal Carmello Leandro.

O convênio tem como objetivo principal conferir maior efetividade à atuação do PROCON de Corumbá, em especial, no que tange aos acordos formalizados em audiência nas demandas cujo valor não ultrapassem 3 mil reais que será homologado pelo juiz do CEJUSC/TJMS e consequentemente a constituição de Título Executivo Judicial, cujo descumprimento importará em Execução.

Por meio do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (NUPEMEC), o Tribunal de Justiça capacitou conciliadores e mediadores. A capacitação, realizada em novembro, preparou para atuação junto ao PROCON e disponibilizar o acesso ao sistema eletrônico do Judiciário para a confecção dos termos de acordo e homologação pelo juiz indicado.

De acordo com o diretor-executivo do PROCON Corumbá, Vital Miguéis, o serviço terá a seguinte dinâmica: “o consumidor virá ao PROCON, fará sua reclamação, a empresa será notificada para se manifestar em 15 dias. Ela se manifestando haverá uma audiência de tentativa de conciliação, prevista no Código de Defesa do Consumidor e no Código Civil. Havendo acordo, este será remetido diretamente para o Tribunal de Justiça, onde o juiz homologará e formará titulo executivo judicial”, explicou. O titular da Agência Municipal de Defesa do Consumidor antecipou que a Prefeitura já trabalha um projeto de PROCON Digital e sustentável. A iniciativa deve começar a ser colocada em prática no ano que vem.

Para o presidente do TJ/MS, o Centro de Solução de Conflitos consumeristas vai permitir “resolver de forma mais informal, questões que não sejam objeto de ação em curso na Justiça. Tenho certeza que esse órgão dará nova vida a essa modalidade de Justiça e contribuirá para uma prestação jurisdicional eficiente”, afirmou o desembargador Paschoal Carmello Leandro.

Destacando a relevância do convênio do PROCON com o TJ/MS, o prefeito Marcelo Iunes disse a proteção ao “direito do consumidor é A Prefeitura de Corumbá, por meio da Agência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON), formalizou convênio com o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC) do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ/MS).

A iniciativa visa facilitar e ajudar as partes de um conflito consumerista a chegarem a um acordo bom para ambos os lados. Assinaram o acordo, o prefeito Marcelo Iunes e o presidente do TJ/MS, desembargador Paschoal Carmello Leandro.

O convênio tem como objetivo principal conferir maior efetividade à atuação do PROCON de Corumbá, em especial, no que tange aos acordos formalizados em audiência nas demandas cujo valor não ultrapassem 3 mil reais que será homologado pelo juiz do CEJUSC/TJMS e consequentemente a constituição de Título Executivo Judicial, cujo descumprimento importará em Execução.

Por meio do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (NUPEMEC), o Tribunal de Justiça capacitou conciliadores e mediadores. A capacitação, realizada em novembro, preparou para atuação junto ao PROCON e disponibilizar o acesso ao sistema eletrônico do Judiciário para a confecção dos termos de acordo e homologação pelo juiz indicado.

De acordo com o diretor-executivo do PROCON Corumbá, Vital Miguéis, o serviço terá a seguinte dinâmica: “o consumidor virá ao PROCON, fará sua reclamação, a empresa será notificada para se manifestar em 15 dias. Ela se manifestando haverá uma audiência de tentativa de conciliação, prevista no Código de Defesa do Consumidor e no Código Civil. Havendo acordo, este será remetido diretamente para o Tribunal de Justiça, onde o juiz homologará e formará titulo executivo judicial”, explicou. O titular da Agência Municipal de Defesa do Consumidor antecipou que a Prefeitura já trabalha um projeto de PROCON Digital e sustentável. A iniciativa deve começar a ser colocada em prática no ano que vem.

Para o presidente do TJ/MS, o Centro de Solução de Conflitos consumeristas vai permitir “resolver de forma mais informal, questões que não sejam objeto de ação em curso na Justiça. Tenho certeza que esse órgão dará nova vida a essa modalidade de Justiça e contribuirá para uma prestação jurisdicional eficiente”, afirmou o desembargador Paschoal Carmello Leandro.

Destacando a relevância do convênio do PROCON com o TJ/MS, o prefeito Marcelo Iunes disse a proteção ao “direito do consumidor é fundamental, uma vez que ele é parte mais vulnerável de toda essa rede”. O chefe do Executivo Municipal ressaltou que a conciliação é uma ferramenta importante “na resolução de conflitos, no caso consumerista”, e uma vez disseminada na sociedade tem “forte propósito de pacificação social”.

A solenidade ainda foi marcada inauguração da Central de Processamento Eletrônico Remota na Comarca de Corumbá e pela entrega do Projeto de Eficiência Energética do prédio do Fórum, em parceria com a Energisa.

Também participaram da cerimônia, o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck; o deputado estadual Evander Vendramini; o deputado estadual Antônio Vaz; o presidente da Câmara Municipal Roberto Façanha e demais autoridades.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corumbá
CAC abre até 11h30 neste sábado para plantão IPTU 2020
Contra a Covid
Corumbá recebe milhares de produtos médico-hospitalares doados pela Receita
Programa Promuse
PM vai fiscalizar cumprimento das medidas protetivas para mulheres vítimas de violência
56 óbitos
Estado confirma mais três mortes por Covid em Corumbá
Levantamento
Mais de 40% das vítimas de feminicídio em MS não tinham procurado amparo na Lei Maria da Penha
Miranda
Onça Pintada de 70 quilos é atropelada na rodovia MS 332
Oportunidade
IFMS abre curso de Formação Pedagógica para ensino a distância
Contra a Dengue
Bairros Maria Leite e Universitário recebem mutirão de limpeza
Prevenção
Barreira Sanitária é instalada na divisa de Corumbá e Ladário
Corumbá
Sindicato protesta terceirização e acusa Energisa de demitir funcionário positivo para Covid

Mais Lidas

Controle Sanitário de MS
Corumbá terá blitz semanal para inibir aglomerações
Próximo a Campo Grande
Ex-delegado de Corumbá sofre acidente e prende motorista embriagado
Violência Doméstica
Marido espanca mulher à madeiradas e alega ciúmes
Saúde
Bia Cavassa comemora chegada de respiradores na Santa Casa