Menu
quinta, 22 de abril de 2021
Andorinha Abril
Andorinha Abril
Geral

Cooperativa do Rede Solidária vai estimular autonomia em comunidades carentes

27 fevereiro 2018 - 15h00Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Mais do que prestar assistência a comunidades carentes da Capital, o programa Rede Solidária, do Governo do Estado, tem dado às famílias opções de geração alternativa de renda. Na manhã desta terça-feira (27.2), a unidade I, localizada no bairro Dom Antônio Barbosa, inaugurou a cooperativa que irá organizar o plantio e a comercialização da horta comunitária cultivada no local.

Presente no evento e idealizadora do programa, a vice-governadora, Rose Modesto, destacou a importância da comunidade organizada em torno de objetivos comuns e que beneficiam a todos. “Isso é resultado não só da vontade e esforço do Governo do Estado, mas de toda a comunidade envolvida para que dê certo”, declarou.

Ela lembrou que desde o início a proposta do Rede Solidária é desenvolver as aptidões da comunidade, com cada um contribuindo com aquilo que pode. “Assim, independentemente do tempo, vocês conseguirão dar sequência nesse trabalho, ajudando a transformar toda essa região. Tenho certeza de que a gente ainda vai ouvir falar muito dessa cooperativa”, disse a vice-governadora.

Cultivo e venda

A horta comunitária do Rede Solidária I já funciona há cerca de dois anos com crianças e adolescentes, explica a coordenadora do programa, Marta Helena Ferreira Andrade. “É uma oportunidade de as crianças terem contato com uma alimentação mais saudável”, conta. Agora, com o projeto de cooperativa o trabalho irá se estender às famílias dos beneficiados, incluindo não somente moradores do Dom Antônio, mas do Cidade de Deus, Parque do Sol e de toda a região.

“Os pais interessados já deram os nomes e irão receber capacitação teórica e depois aprenderão na prática. A ideia é que todo mundo tenha também sua horta em casa, daremos apoio técnico, adubo e mudas”, disse.

Técnico agropecuário, Erivelton Rocha, é um dos profissionais que dará treinamento sobre o cultivo de hortaliças. “A princípio vamos capacitar os alunos da região que já estão cadastrados e selecionar aqueles que querem seguir em frente com a horticultura como atividade, para dar início à cooperativa”, detalhou. “Teremos turmas tanto para aqueles que querem produzir somente para o consumo da família quando os que seguirão no projeto de comercialização”, ressaltou. Conforme Erivelton, toda a produção será orgânica, sem o uso de inseticidas.v

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
181 é ferramenta para denuncia anônima em Mato Grosso do Sul
EDUCAÇÃO
Reforma de escolas municipais é solicitada por vereador durante sessão da Câmara
ESPORTE
Vereador sugere transformar o Marina Gattass em espaço para esportes radicais
LÍNGUA DE SINAIS
Projeto de Lei obriga instituições a disponibilizar intérpretes de Libras na cidade
ECONOMIA
Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em agosto
COVID-19
Polícia investiga empresa por fraude em oferta de vacina
CIDADE
Prefeito decreta luto oficial de três dias pelo falecimento de Dom Martinez
POLICIAL
PM de Corumbá prende foragido da justiça e apreende arma branca
POLICIAL
Homem é preso por porte de drogas no bairro Popular Nova
TEMPO
Massa de ar frio pode mudar o clima em Mato Grosso do Sul nos próximos dias

Mais Lidas

POLÍTICA
Câmara aprova projeto de lei que torna escolas serviços essenciais
MUDANÇAS NO CTB
Nova Lei abranda infração para motociclistas sem viseira ou óculos de proteção
GERAL
Vereador solicita recuperação da 21 de Setembro, após intervenções da Sanesul
SEGURANÇA
Tiradentes: no dia do patrono das polícias, Governo destaca investimentos na segurança