Menu
sexta, 22 de janeiro de 2021
Andorinha Janeiro/Fevereiro
Andorinha Janeiro/Fevereiro Mobile
Geral

Cooperativa do Rede Solidária vai estimular autonomia em comunidades carentes

27 fevereiro 2018 - 15h00Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Mais do que prestar assistência a comunidades carentes da Capital, o programa Rede Solidária, do Governo do Estado, tem dado às famílias opções de geração alternativa de renda. Na manhã desta terça-feira (27.2), a unidade I, localizada no bairro Dom Antônio Barbosa, inaugurou a cooperativa que irá organizar o plantio e a comercialização da horta comunitária cultivada no local.

Presente no evento e idealizadora do programa, a vice-governadora, Rose Modesto, destacou a importância da comunidade organizada em torno de objetivos comuns e que beneficiam a todos. “Isso é resultado não só da vontade e esforço do Governo do Estado, mas de toda a comunidade envolvida para que dê certo”, declarou.

Ela lembrou que desde o início a proposta do Rede Solidária é desenvolver as aptidões da comunidade, com cada um contribuindo com aquilo que pode. “Assim, independentemente do tempo, vocês conseguirão dar sequência nesse trabalho, ajudando a transformar toda essa região. Tenho certeza de que a gente ainda vai ouvir falar muito dessa cooperativa”, disse a vice-governadora.

Cultivo e venda

A horta comunitária do Rede Solidária I já funciona há cerca de dois anos com crianças e adolescentes, explica a coordenadora do programa, Marta Helena Ferreira Andrade. “É uma oportunidade de as crianças terem contato com uma alimentação mais saudável”, conta. Agora, com o projeto de cooperativa o trabalho irá se estender às famílias dos beneficiados, incluindo não somente moradores do Dom Antônio, mas do Cidade de Deus, Parque do Sol e de toda a região.

“Os pais interessados já deram os nomes e irão receber capacitação teórica e depois aprenderão na prática. A ideia é que todo mundo tenha também sua horta em casa, daremos apoio técnico, adubo e mudas”, disse.

Técnico agropecuário, Erivelton Rocha, é um dos profissionais que dará treinamento sobre o cultivo de hortaliças. “A princípio vamos capacitar os alunos da região que já estão cadastrados e selecionar aqueles que querem seguir em frente com a horticultura como atividade, para dar início à cooperativa”, detalhou. “Teremos turmas tanto para aqueles que querem produzir somente para o consumo da família quando os que seguirão no projeto de comercialização”, ressaltou. Conforme Erivelton, toda a produção será orgânica, sem o uso de inseticidas.v

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Covid-19: Índia vai exportar doses de vacina para Brasil nesta sexta
POLICIAL
PMA autua em R$ 2 mil criminoso que cortou cachorro com facão para que parasse de latir
GERAL
Serviços de coleta de lixo doméstico; coleta seletiva e cata galhos têm cronograma de atendimento
Finanças
Governo do MS repassou R$ 3,3 bilhões aos 79 municípios em 2020
GERAL
Deixar animal solto na rua gera multa; recolhimento pode ser solicitado via telefone
GERAL
Termina amanhã prazo para confirmação de matrículas de alunos novos com deficiência
GERAL
Terminam amanhã inscrições para processo seletivo do Sebrae para PCD
Geral
Após fortes ventos árvore cai em frente a Cinco Bacia
GERAL
Bombeiros realizam extinção de incêndio por vazamento de gás no Popular Velha
OPORTUNIDADE
Senai de Corumbá está com vagas abertas para cinco cursos técnicos presenciais e EAD

Mais Lidas

OPORTUNIDADE
Senai de Corumbá está com vagas abertas para cinco cursos técnicos presenciais e EAD
GERAL
Índios guatós comemoram chegada de internet em aldeia no Pantanal
GERAL
Desconto em cursos do Senac Corumbá vai até o dia 31 de janeiro
MEIO AMBIENTE
Serviço Geológico do Brasil divulga prognóstico para cheia na bacia do rio Paraguai