Menu
terça, 23 de julho de 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Comunidade local e especialistas discutem a conservação do Forte Coimbra

18 agosto 2020 - 10h48Ascom Iphan com adaptações de Gesiane Sousa

Oficina virtual realizada nesta terça-feira (18), com comunidade local e especialistas discutem os Planos de Conservação do Forte Coimbra, localizado no Pantanal sul-mato-grossense. A iniciativa é do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Mato Grosso do Sul (Iphan-MS), em parceria com o comitê técnico estadual, contribuirá para a elaboração do dossiê de candidatura do Forte a Patrimônio Mundial.

A ideia da oficina é tornar os processos de valorização e preservação mais efetivos ao trazer para o centro das discussões o olhar das pessoas que vivenciam e ressignificam os seus bens culturais. Desta forma, insere a dimensão afetiva do Patrimônio Cultural nos Planos de Conservação dos monumentos. Durante o encontro, os técnicos do Iphan da área de educação patrimonial que atuam no estado, usarão ferramentas virtuais; nuvens de palavras e metodologias participativas, nas quais a reflexão é provocada por uma série de perguntas voltadas para fomentar a participação.

Usados por diversos países há mais de 30 anos, os planos de conservação são recomendados pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) para subsidiar a gestão de sítios reconhecidos como Patrimônio Mundial. Dentro das competências do Iphan, a ferramenta é usada para orientar intervenções em monumentos e demonstrar o alinhamento do país às melhores práticas internacionais de conservação dos bens culturais.

Candidatura a Patrimônio Mundial

No ano de 2016, o Iphan apresentou à Unesco a candidatura do Conjunto de Fortificações do Brasil a título de Patrimônio Mundial. São 19 edificações, fortes e fortificações construídas entre os séculos XVI e XIX. Localizadas em todas as regiões do país, testemunharam o histórico esforço para a ocupação, defesa e integração do território nacional. Dentre eles está o Forte Coimbra.

O Forte Coimbra foi o primeiro a ser erguido a partir de uma ordem da Coroa Portuguesa para a construção de fortificações militares em alguns pontos do rio Paraguai, a partir de 1775. Durante a Guerra do Paraguai (1864 a 1870), teve papel importante nas batalhas travadas, sendo fundamental para a consolidação da fronteira oeste do Brasil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agenda Cultural
Programa Cine Andante divulga programação de agosto em Corumbá
Cidadania
Encerra em 31 de julho inscrições de oficinas e qualificação para crianças e jovens em Corumbá
Garantia de Recursos
Fiscalização da PF contra incêndios no Pantanal seguirá até o fim deste ano
Futebol
Técnico destaca classificação do Costa Rica no 'grupo da morte'
Oportunidade
IFMS abre 150 vagas de graduação para portadores de diploma, reingressos e transferências
Até sexta-feira
Inscrições para o Prouni abrem nesta terça-feira
No centro
Perícia encontra seringa e medicamentos no apartamento de mulher encontrada morta
Neste domingo
Ritmista da Nova Corumbá morre em colisão com carro
Até 26 de julho
Escola Sesi abre processo seletivo com 104 vagas de gratuidade na educação básica
VEM 2024
Festival de música católica tem dois sul-mato-grossenses entre os classificados

Mais Lidas

Time de Miranda
20ª edição do Amistoso da Diversidade reúne grande público no Poliesportivo
Consequência
Fumaça volta a encobrir área urbana de Corumbá
Oportunidade
Funtrab oferece mais de 4,8 mil vagas de emprego em Mato Grosso do Sul
Plantão
Bombeiros registram oito incêndios urbanos nas últimas 24 horas