Menu
segunda, 14 de junho de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Suspeita de compra de votos pode causar reviravolta com vereadores eleitos em Ladário

18 outubro 2016 - 13h44Sylma Lima

O ditado bíblico, “Os últimos serão os primeiros” poderá vir a se concretizar nas eleições municipais 2016 do município de Ladário. Na última sexta-feira (14) a Polícia Federal de Corumbá cumpriu mandado de busca e apreensão na residência do vereador eleito e mais votado Eurípedes Zaurizio de Jesus (PTB), para apurar denúncia de compra de votos. A investigação gira em torno da suspeita de que o candidato seria "agiota" há muito tempo e utilizaria de cartões de benefícios como Bolsa Família, para auferir juros abusivos e ilegais, acima do mercado.

Eurípedes, candidato mais votado, pode não ser diplomado. Foto: TSE

Eurípedes teria aproveitado o período eleitoral para se lançar candidato, dando ao luxo de se quer realizar campanha, o investigado teria comprado votos através do esquema já utilizado por ele com os cartões de beneficiários do programa social do governo federal, de quem já teria inclusive um cadastro. O esquema teria funcionado mais ou menos assim: em troca de votos, Eurípedes teria liberado as famílias do pagamento dos juros do mês de setembro/outubro, depois teria recolhido novamente os cartões para fazer o caixa do mês subsequente.

O candidato recebeu 365 votos nas urnas. Segundo fontes seguras de moradores próximos a residência vistoriada na última sexta, os policiais federais teriam apreendido cartões de bolsa família, vale renda, anotações e lista de eleitores, o que constataria a prática do crime de compra de votos. O Vereador Eleito teria sido encaminhado para a Polícia Federal e liberado no final da tarde do mesmo dia.

O Capital do Pantanal tentou contato com a assessoria da Polícia Federal, que até o fechamento desta matéria não retornou. O site aguarda também o retorno da 50° Zona Eleitoral, que segundo a chefe de cartório, por enquanto, não pode se pronunciar sobre caso.

Consequências do crime

Com a conclusão das investigações, o Inquérito será remetido à apreciação da Promotoria de Justiça Eleitoral para intentar a competente ação que uma vez recebida, será processada pelo Juiz Eleitoral da 50ª Zona Eleitoral que se for condenado, Eurípedes poderá perder os votos recebidos nas urnas.

Com base em pesquisas, esses votos não poderiam migrar para outro candidato ou coligação, pois estariam maculados pela compra de votos, assim, a perda dos votos recebidos nas urnas, tornariam os votos inválidos e consequentemente altearia o coeficiente eleitoral, um novo cálculo poderá ser realizado para a composição dos Membros da Câmara Municipal.

Explicando

Com base na regra da eleição proporcional, o CE (coeficiente eleitoral) se obtém do somatório do número de eleitores que compareceram às urnas e desse número subtrai-se os votos brancos e nulos. No caso do município de Ladário, o coeficiente eleitoral foi de 866 (segundo fonte do TRE/TSE) e seria alterado para 510, com a conta 866-365 (365=votos recebidos pelo candidato eleito Eurípedes), assim uma vez alterado o coeficiente eleitoral, a proporcionalidade partidária também sofreria modificações e haveria uma nova composição da Câmara de Vereadores.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTAVA ALCOOLIZADO
Condutor que atropelou e matou mulher na Rio Branco estava alcoolizado
VÍTIMA FATAL
Mulher morre atropelada por caminhonete na Avenida Rio Branco
CPI DA COVID
Na mira da CPI: Corumba é um dos municípios com irregularidades nas ações da Covid
SAÚDE
Vacina contra Influenza está aberta para novos públicos
EM TEMPOS DE PANDEMIA
Morador transforma calçada em jardim como forma de terapia
QUEDA DE MOTO
Homem fica ferido após queda de moto no Cristo
OPERAÇÃO HÓRUS
PMA prende dois caçadores, apreende três armas e munições e frustra caçada ilegal
ECONOMIA
Com alta no mercado internacional, saca do milho em MS valoriza 130% em um ano
GERAL
Prefeitura lança IPTU 2021 com até 30% de desconto para pagamento à vista
POLICIAL
PM frusta golpe em locadora e recupera dois veículos que seriam levados para a Bolívia

Mais Lidas

FESTA CLANDESTINA
Postura encerra festa clandestina com militares da Marinha