Menu
quinta, 25 de julho de 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Candidata a vice-prefeita na Capital se apresenta a justiça para responder acusação de fraude em licitação

03 outubro 2020 - 11h29Eduardo Miranda, Correio do Estado

A candidata a vice-prefeita de Campo Grande pelo MDB, Juliana Zorzo, registrou seu comparecimento espontâneo no processo em que é acusada pelo crime de fraude em licitação.  

A iniciativa de Zorzo, integrante da chapa pura do MDB, em que Márcio Fernandes é candidato a prefeito, ocorreu no mesmo dia em que o Correio do Estado publicou reportagem informando que o promotor de Justiça do Patrimônio Público Humberto Lapa Ferri pediu ajuda ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS) para encontrar Juliana Zorzo.  

O pedido feito por Ferri, autor da denúncia, ocorreu depois que Zorzo tornou pública sua candidatura. A Justiça já havia feito pelo menos três tentativas de encontrar Juliana Zorzo: uma por oficial de Justiça e outras duas por edital.

Sem ter sido encontrada até se lançar candidata, Juliana Zorzo seguia processada à revelia pelo Tribunal Regional Eleitoral.  

Cartas Marcadas

O crime de fraude em licitação ocorreu em 2014, quando Juliana Zorzo era vereadora e acabou nomeada pelo então prefeito Gilmar Olarte para assumir a Fundação de Cultura de Campo Grande (Fundac). Conforme o Ministério Publico Estadual, ela comandou um esquema de cartas marcadas para legalizar os serviços que a empresa Fino Traço já vinha prestando à Fundac.  

Juliana trouxe da Câmara Municipal de Campo Grande a Fino Traço, que já atendia seu gabinete. Para isso, ela, servidores da Fundac e mais duas empresas participaram do esquema para simular a concorrência e “esquentar” serviços que ela já havia solicitado da empresa – sem procedimento licitatório algum.

“Ao assumir o cargo de diretora-presidente da Fundac, Juliana Zorzo, de forma dolosa, contratou verbalmente a empresa Fino Traço para prestar serviços à Fundac, sem qualquer procedimento licitatório ou formalização dos serviços prestados”, afirmou o promotor Huberto Lapa Ferri na denúncia.

“Visando dar ‘ares de legalidade’ aos indevidos serviços prestados pela empresa Fino Traço, a denunciada Juliana Zorzo, juntamente com os demais denunciados (servidores e proprietários das empresas requeridas), forjou uma licitação, na modalidade convite, que tinha por objeto a contratação de uma empresa para prestação de serviços gráficos à Fundac, contando com a conivência das empresas Fino Traço, RR Nogueira e Grafscreen”, complementou o promotor.

Conforme a denúncia, a Prefeitura de Campo Grande ordenou o pagamento de R$ 128,5 mil (R$ 49.250,00 e R$ 79.250,00) à Fino Traço.

Além de Juliana, o promotor de Justiça denunciou Clarindo Cleber Gimenes, ex-diretor da Fundac, e os outros ex-diretores da mesma fundação: Raquel Marin Lugo Magdalena e Dyego Cavalari Ferreira Brandão. Também foram denunciados o ex-assistente administrativo da Fundac Gustavo Henrique Alves Lima, Fábio de Almeida Serra Souto, Ruth Barros dos Santos e Mario Justiniano de Souza Filho, servidores que na época estavam na Comissão Permanente de Licitação, além de Laís Ferreira Paulino Borges, Luiz Antônio Mossini, Douglas Kostsantinos Gutterres Liokalos, todos ligados à Fino Traço; Renato Aparecido da Silva, da empresa RR Nogueira; e Joel Lopes dos Reis Junior, da Grafscreen.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Boliviano
Suspeito de tentar estuprar menino de nove anos é linchado no Cravo Vermelho
A PM precisou usar spray de pimenta para dispersar as pessoas revoltadas e em seguida levou o acusado para delegacia
Permeando a Capoira
Corumbá vai receber projeto de valorização da capoeira em MS
Olimpíadas 2024
Grandes nomes do esporte buscam o Olimpo nos Jogos de Paris
Economia Nacional
Prévia da inflação em julho fica abaixo da taxa de junho, aponta IBGE
Aposta
Mega-Sena sorteia nesta quinta-feira prêmio acumulado em R$ 65 milhões
Difícil acesso
Incêndio na Nhecolândia teve inicio em caminhão atolado
Boletim Diário
Altas temperaturas e rajadas de até 43 km/h aumentam os focos de incêndio em MS
Tempo
Previsão é de calor para esta quinta-feira em todo o Mato Grosso do Sul
Corumbá segue com máxima de 35°C
Ação Conjunta
Carro furtado em Ladário é recuperado horas depois na Bolívia
Casa Verde
Furto de fiação elétrica deixa Central de Regulação em Saúde de Corumbá sem energia

Mais Lidas

Data confirmada
Convenção do PSB em Corumbá será dia 31 de julho
Na Apa Baía Negra
Brigada voluntária interrompe churrasco em fogo de chão e alerta para risco de incêndio
Maconha e cocaína
Duas pessoas são presas em flagrante por tráfico de drogas em Corumbá
Casa Verde
Furto de fiação elétrica deixa Central de Regulação em Saúde de Corumbá sem energia