Menu
segunda, 26 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Câmara garante votação de projeto sobre concessão salarial na segunda

21 junho 2017 - 10h55Assessoria Câmara Municpal de Corumbá

A Câmara Municipal de Vereadores de Corumbá vai votar na próxima segunda-feira, 26 de junho, o projeto de lei que dispõe sobre a concessão de abono salarial e equiparação do auxílio alimentação aos servidores públicos da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo municipal.

Foi o que informou na sessão de ontem, terça-feira, 20, o vereador e presidente do Poder Legislativo, Evander Vendramini (PP), observando que o projeto encaminhado pela Prefeitura na segunda-feira (19), somente não foi votado na última sessão ordinária, devido à alegação da categoria dos professores de que um artigo, o 8º, não havia entrado na pauta de negociação salarial entre o Poder Executivo, o Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Corumbá (SIMTED) e uma comissão formada por representantes do grupo do magistério.

“Diante desse impasse e para não prejudicar outras categorias, sugerimos que o SINTED e os integrantes da comissão, voltem a conversar com o Poder Executivo, na busca de um consenso”, disse Evander, confirmando que isto deve ocorrer até a sexta-feira, 23, para que a proposição seja votada na segunda. “E é importante que a Câmara participe dessas reuniões, por meio da sua Comissão de Educação, Cultura e Lazer. É preciso haver entendimento para chegar a um acordo”, reforçou.

A não votação do projeto ontem foi sugerida pelo líder do governo municipal, vereador Luciano Costa (PT) e acompanhada pelos demais representantes do Poder Legislativo corumbaense. “O projeto continua na casa. Só não foi colocado em votação devido a este impasse. É preciso haver entendimento”, pregou.

 Gabriel Alves de Oliveira (PMDB), por exemplo, disse que é preciso que este assunto retorne à mesa de discussão entre a categoria e o Poder Executivo, mas com a presença de integrantes da Comissão Permanente de Educação.

“Ninguém da Câmara foi convidado para participar das negociações. É preciso que os vereadores também acompanhem o processo”, disse. Baianinho (PSDB), também concordou e disse que “é preciso voltar a sentar com o prefeito e solucionar este impasse”.

Tadeu Vieira (PDT) foi outro a afirmar que “é preciso negociar esta pendência com o prefeito. Se necessário, que retirem este artigo para votarmos o projeto na próxima sessão, para não prejudicar o servidor público”, disse. “Estamos dando um tempo para que a categoria negocie com o prefeito e resolva esta situação”, complementou Roberto Façanha (PMDB).

O impasse

A presidente do SINTED, Raquel Guimarães do Prado, disse que o artigo 8º, que trata do professor efetivo (20 horas) que cumpre carga complementar, fará jus às horas trabalhadas calculadas com base no vencimento da classe A, no mesmo nível de habilitação, não havia entrado na pauta de negociação. “Tomamos conhecimento disso somente na segunda-feira, antes do almoço, quando a Prefeitura nos apresentou o projeto”, disse.

Simone da Silva, professora e integrante da comissão de negociação salarial, também citou que este assunto não foi tratado. “Não abrimos mão dos nossos direitos. É preciso celebrar o que foi acordado na mesa de negociação. O projeto que veio para a Câmara não contempla aquilo que foi abordado com o SINTED e com a comissão”, ressaltou.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Seguiriam para Bolívia
Dois veículos que seriam atravessados para Bolívia são recuperados
Mais tempo
Exame toxicológico na emissão de CNH tem prazo ampliado para utilização do laudo
Empreendedorismo
Cinco erros que o empresário deve evitar no Marketing e Vendas
Imunização
Sábado tem vacinação contra Covid até 12h no drive do Poliesportivo
Investigaçã
Famosos em MS, grupos de venda estão 'recheados' de produtos roubados
Saúde
Anvisa suspende estudos clínicos da Covaxin no Brasil
Sorte
Mega-Sena pode pagar R$ 7 milhões no sorteio deste sábado
Cidade Tranquila
Operação conjunta combate crimes fronteiriços em Corumbá e Ladário
Tempo
Ar seco e quente pode marcar o sábado em Mato Grosso do Sul
Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada

Mais Lidas

Seguiriam para Bolívia
Dois veículos que seriam atravessados para Bolívia são recuperados
Imunização
Sábado tem vacinação contra Covid até 12h no drive do Poliesportivo
Cidade Tranquila
Operação conjunta combate crimes fronteiriços em Corumbá e Ladário
Mais tempo
Exame toxicológico na emissão de CNH tem prazo ampliado para utilização do laudo