Menu
domingo, 09 de maio de 2021
Andorinha - Maio
Geral

Câmara celebra conquistas das mulheres em noite dedicada às pantaneiras

09 março 2019 - 08h54Câmara Municipal de Corumbá

Uma noite especial dedicada às mulheres pantaneiras. Foi o que a Câmara Municipal proporcionou ontem, sexta-feira, 8 de março, para celebrar o Dia Internacional da Mulher. Mais do que lembrar a data, a Sessão Solene celebrou também as conquistas políticas e sociais da população feminina, bem como os avanços na região de Corumbá nos últimos anos.

O ato aconteceu no plenário da Casa do Barão de Vila Maria e contou com um grande público. A iniciativa da Sessão Solene em homenagem ao Dia da Mulher foi de autoria do vereador e presidente do Poder Legislativo, Roberto Façanha, e teve apoio de todos os demais vereadores da Casa de Leis.

Um dos avanços na região foi lembrado pelo próprio Façanha em seu discurso alusivo à data. Trata-se da Lei Municipal 1.765, de 08 de março de 2017, assinada pelo saudoso prefeito Ruiter Cunha, que instituiu a Rede Municipal de Proteção e Enfrentamento à Violência, que culminou com a criação da Patrulha Maria da Penha, lançada em janeiro do ano passado pelo prefeito Marcelo Iunes.

A Patrulha Maria da Penha é um organismo criado para acompanhar e atender mulheres em situação de vulnerabilidade, vítimas de violência doméstica e familiar, além de fiscalizar o cumprimento das medidas protetivas de urgência. As ações estão a cargo Guarda Municipal em parceria com a Secretaria Especial de Cidadania e Direitos Humanos.

Façanha lembrou a formatura recente de 40 agentes que estão aptos para participar das ações em defesa da mulher. “Foi um avanço. Prova disso é que a Prefeitura, recentemente, recebeu o Selo Social ‘Prefeitura Amiga da Mulher’, concedido pelo Governo do Estado, como forma de premiar novas políticas públicas desenvolvidas pelos municípios no combate e enfrentamento à violência contra a mulher e incentivo ao empreendedorismo feminino”, observou, elogiando o trabalho do prefeito Marcelo Iunes; da primeira-dama do Município, secretária especial de Cidadania e Direitos Humanos, Amanda Cristiane Balancieri Iunes, com toda a sua equipe, e da Guarda Municipal.

Mulher nas Forças Armadas

Foi mais além ao se referir às tenentes Grazielly Rodrigues de Amorim e Ana Carolina Blonkowski, que representaram os comandos do 6º Distrito Naval da Marinha do Brasil e da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira, numa clara demonstração de que as mulheres venceram barreiras e hoje, ocupam seus espaços nas Forças Armadas.

Também destacou a presença da Promotora de Justiça Ana Rachel Borges de Figueiredo Nina, pelo trabalho que vem desenvolvendo na região, especialmente em relação às barragens das mineradoras, como também sobre o desastre ambiental no Rio Taquari.

Outra citação foi relacionada à deputada Federal Bia Cavassa. Para Façanha, a eleição em 2018, foi uma outra barreira ultrapassada na região. “Após longos anos, temos representação em Brasília, e feminina, que vai nos representar muito bem lá, ajudando o desenvolvimento da nossa região”, acentuou, não se esquecendo de outra conquista, dessa vez proporcionada por uma pessoa do sexo masculino, ex-vereador, que também faz parte da reconquista da representatividade política corumbaense, o deputado estadual e ex-vereador Evander Vendramini.

Reconhecimento

O 8 de março, segundo o presidente do Legislativo, é especial, “apesar de sua origem ter sido marcada pelo grito da mulher, por justiça e igualdade”, mas que a sessão representou a oportunidade da Câmara externar o “reconhecimento da importância das mulheres que estão superando o preconceito da sociedade masculina, implementando ao longo dos anos, graças à capacidade de pensar, refletir, projetar e contribuir para transformações dos valores sociais, quebrando as barreiras que as impediam de manifestar suas potencialidades, dando o grito de independência. Independência do preconceito familiar, religioso e social, para tornarem-se hoje, mulheres livres, independentes, participativas e solidárias”.

No entanto, o presidente ressaltou que ainda existem barreiras a serem vencidas. Uma delas é a representatividade feminina na sociedade pela sua incorporação no cenário político. Bia Cavassa é uma das 77 deputadas federais eleitas em 2018, o que representa apenas 15% do total de vagas, o mesmo percentual no Senado Federal que hoje conta com 12 mulheres.

E foi além ao afirmar que, hoje, a Câmara não conta com nenhuma representante do sexo feminino, apesar de, nas campanhas eleitorais, 30% das vagas ser reservadas às mulheres. Lembrou Terezinha Baruki que, inclusive, foi presidente do Poder Legislativo; Solange Alves de Oliveira, Lourdes Esnarriaga, Maria Maria, Rosinha do Sindicato e Cristina Lanza, que já ocuparam espaços no Legislativo corumbaense. Lanza, inclusive, recebeu uma homenagem em nome de todas as vereadoras que passaram pela casa.

“Sentimos a falta da sensibilidade das mulheres aqui na Câmara”, frisou, acentuando que, mesmo sem esse reforço da mulher pantaneira, os vereadores atuais continuarão sendo parceiros da sociedade, lutando por mudanças e sempre à disposição para que possamos trabalhar mais por dias melhores”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLICIAL
Pedestre é atropelado por caminhonete, arremessado e corpo encontrado 1h depois em matagal
Várias testemunhas procuraram corpo por cerca de uma hora
SAÚDE
Cruz Vermelha Internacional completa hoje 158 anos
POLICIAL
Idoso de 86 anos morre após ser atropelado e arrastado em Campo Grande
INTERNACIONAL
Pfizer deve produzir 4 bilhões de doses de vacina contra covid em 2022
GERAL
Sábado é o último dia para matrícula para aprovados da UEMS da 4ª convocação
POLICIAL
Polícia Militar Ambiental resgata tucano atropelado em rodovia
SAÚDE
Centro de Atendimento à Covid-19 está funcionando em novo endereço
GERAL
Procon divulga pesquisa de preços com opções de presentes para o Dia das Mães
GERAL
Pequenos negócios são responsáveis por quase 70% dos empregos gerados em março em MS
GERAL
Senac Corumbá oferece opções de cursos nas áreas de beleza e saúde

Mais Lidas

GERAL
Senac Corumbá oferece opções de cursos nas áreas de beleza e saúde
POLICIAL
Pedestre é atropelado por caminhonete, arremessado e corpo encontrado 1h depois em matagal
POLICIAL
Idoso de 86 anos morre após ser atropelado e arrastado em Campo Grande
CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Pesquisadores do Estado desenvolvem gel cicatrizante à base de planta nativa