Menu
quinta, 21 de janeiro de 2021
Andorinha Janeiro/Fevereiro
Andorinha Janeiro/Fevereiro Mobile
Geral

Bombeiros utilizam fogo controlado para exterminar marimbondos em Ladário

07 março 2018 - 08h50Gesiane Medeiros

Enxame de marimbondos presente em árvore da Alameda Almirante Frontin, na região central de Ladário, próximo a condomínio militar da Marinha, atacavam pedestres e moradores do local. Viatura do corpo de bombeiros compareceu nesta terça (6) e conseguiu exterminar os animais que causavam grande transtorno.

Os moradores do residencial foram orientados a fechar as janelas e portas e os bombeiros precisaram utilizar técnica de fogo controlado para exterminar o enxame.

Para evitar problemas com marimbondos, abelhas e vespas, o Corpo de Bombeiros Militar recomenda:

- Evite movimentos bruscos e excessivos quando próximo a colmeias;

- Não grite, pois as abelhas e Maimbondos são atraídas por ruídos, principalmente os agudos;

- Evite operar qualquer máquina barulhenta próximo a colmeias. Examine a área de trabalho antes de usar equipamentos motorizados;

- Ensine as crianças a se precaver e não matar as abelhas, vespas ou marimbondos jogando pedras ou qualquer outro material onde estão concentrados;

- Se for atacado, proteja o pescoço e o rosto das picadas, com a ajuda de uma camisa ou outra vestimenta. Se a ferroada ocorrer na cabeça e/ou pescoço, procure imediatamente auxílio médico;

- Pessoas alérgicas a picada de insetos devem evitar caminhadas em áreas de mata, pois para quem é sensível à peçonha, apenas uma picada pode ser suficiente para gerar um choque anafilático;

- Caso seja alérgico a picadas, pergunte ao seu médico o que fazer;

- Caso alguém seja picado, é importante que faça a remoção imediata dos ferrões, pois eles continuam liberando peçonha gradativamente. A sua retirada interrompe esse processo;

- Após a picada, a abelha perde seu ferrão e a bolsa de peçonha e morre. Contudo, o mesmo não se aplica às vespas e marimbondos. Após picar eles estão prontos para atacar novamente;

- Em casos de formação de colmeias em residências, o proprietário deve acionar um apicultor especializado para a remoção do foco. Nos casos mais críticos, acionar o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Covid-19: Índia vai exportar doses de vacina para Brasil nesta sexta
POLICIAL
PMA autua em R$ 2 mil criminoso que cortou cachorro com facão para que parasse de latir
GERAL
Serviços de coleta de lixo doméstico; coleta seletiva e cata galhos têm cronograma de atendimento
Finanças
Governo do MS repassou R$ 3,3 bilhões aos 79 municípios em 2020
GERAL
Deixar animal solto na rua gera multa; recolhimento pode ser solicitado via telefone
GERAL
Termina amanhã prazo para confirmação de matrículas de alunos novos com deficiência
GERAL
Terminam amanhã inscrições para processo seletivo do Sebrae para PCD
Geral
Após fortes ventos árvore cai em frente a Cinco Bacia
GERAL
Bombeiros realizam extinção de incêndio por vazamento de gás no Popular Velha
OPORTUNIDADE
Senai de Corumbá está com vagas abertas para cinco cursos técnicos presenciais e EAD

Mais Lidas

FRAUDE ELEITORAL
Ministério Público quer impugnação de candidatos do PRB em Ladário
GERAL
Comando do 6º Distrito Naval abre inscrições para concurso de nível superior
GERAL
Confira a distribuição das doses de vacina contra a Covid-19 por município em Mato Grosso do Sul
GERAL
Batida de carro e moto deixa criança ferida no Popular Nova