Menu
domingo, 17 de janeiro de 2021
Andorinha - campanha dezembro
Andorinha - Dezembro
Geral

Aprovado Projeto de Lei que disciplina transporte remunerado privado na cidade

13 dezembro 2018 - 12h29Câmara de Corumbá

A Câmara Municipal de Corumbá aprovou Projeto de Lei enviado pelo Poder Executivo que disciplina o transporte remunerado privado de passageiros em Corumbá, um serviço de transporte individual, solicitado por meio de plataformas digitais, o Uber.

A proposta do Poder Executivo foi tratada na última sessão ordinária do Ano Legislativo, iniciada na terça-feira e concluída ontem, após a matéria passar pelas comissões permanentes da Câmara.

O Projeto de Lei foi aprovado com apenas uma emenda de autoria do vereador e presidente do Poder Legislativo, Evander Vendramini, que inseriu no inciso VI, do artigo 10, a exigência do seguro dos passageiros, junto com o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT).

O prefeito Marcelo Iunes, ao encaminhar o Projeto de Lei à Câmara, justificou que o transporte de passageiros intermediários por meio de aplicativos, é uma realidade global, já utilizado em vários países. Conforme ele, por questões de viabilidade econômica, “o Uber ficou restrito aos grandes centros, mas já expandiu a cidades de porte menor, como é o caso de Corumbá”.

Diante disso, Marcelo ressaltou que é preciso disciplinar o serviço em âmbito local, após a União, por meio da Lei nº 13.640, de 26 de março de 2018, alterando a Lei nº 12.587, de 3 de janeiro de 2012, editado normas gerais, passando aos municípios, a competência de regulamentar e fiscalizar os serviços, principalmente no que se refere a questões ligadas à eficiência, eficácia, segurança e efetividade, bem como as questões tributárias.

Vale ressaltar que o projeto aprovado pelo Poder Legislativo, prevê que a autorização dessa atividade somente será concedida às pessoas jurídicas operadoras com sede ou filial no Município. Além disso, as empresas operadoras deverão promover seu credenciamento junto à Agência Municipal de Trânsito e Transporte (Agetrat), que será o órgão responsável pela fiscalização.

Para obter o credenciamento, a empresa operadora deverá comprovar sua inscrição e Licença de Localização e Funcionamento no Município, devendo apresentar cópia do Alvará de Funcionamento e o registro dos atos constitutivos.

Já os motoristas vinculados a estas empresas, deverão promover suas inscrições como motoristas profissionais autônomos, contribuintes prestadores de serviços no Município, mediante o registro de inscrição com domicílio tributário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMPREGO
Eldorado Brasil oferece mais de 800 vagas para início imediato
Em Mato Grosso do Sul, são ofertadas novas posições para atuar nas unidades de Água Clara, Inocência e Selvíria
Coronavírus
Em 24 horas MS registra 1.316 exames positivos de Covid-19 e 13 mortes
CONCURSO DA PF
Polícia Federal publica edital de concurso com 1,5 mil vagas
POLICIAL
Com facada no coração, rapaz é deixado em frente padaria em cidade MS
SERVIÇOS
Em período chuvoso, saiba como receber alertas da Defesa Civil por SMS
PROCESSO SELETIVO
Sebrae abre processos seletivos com vagas na Capital e interior
São dois editais, sendo um para Pessoas com Deficiência. Salários chegam a R$ 4.802,92
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Povo das Águas atende ribeirinhos da parte alta do rio Paraguai a partir do dia 19
TURISMO
Turismo de MS espera vacinação e já planeja duas campanhas para fomentar o setor
SAÚDE
Decreto reabre crédito de R$ 1,6 bi para aquisição de vacinas
CONCURSO PÚBLICO
Edição extra do Diário Oficial traz editais do processo seletivo para contratação de médico

Mais Lidas

POLICIAL
Com facada no coração, rapaz é deixado em frente padaria em cidade MS
CONCURSO DA PF
Polícia Federal publica edital de concurso com 1,5 mil vagas
Coronavírus
Em 24 horas MS registra 1.316 exames positivos de Covid-19 e 13 mortes
GERAL
INSS: prazo para recorrer de auxílio-doença negado termina hoje