Menu
domingo, 28 de novembro de 2021
Cassems - Rede Amo
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Após disparos, polícia prende ladrões que fizeram idosa e cuidadora de reféns na Capital

19 outubro 2021 - 09h53Redação com informações do Campo Grande News

Presos após manterem duas mulheres reféns nesta segunda-feira (18), em Campo Grande, o coletor de recicláveis, identificado pelas iniciais P.C.L.L. de 38 anos, e o sobrinho, J.W.S.L. de 31, alegaram que entraram na residência do Bairro Coopharádio "apenas" para roubar duas cadeiras de fio, mas reagiram ao serem recebidos a tiros pela dona da residência. A polícia não acredita nessa versão. 

Em interrogatório na delegacia, o tio disse que desde o início da tarde de ontem, estava bebendo pinga com o sobrinho, em um bar da Vila Albuquerque. No final da tarde, resolveram procurar outro bar, no bairro Tiradentes, onde continuaram ingerindo bebidas alcoólicas. 

Bêbados, os dois seguiram a pé, com uma garrafa de pinga nas mãos, quando viram duas cadeiras de fio e uma rede na varanda da casa do Coopharádio. Então resolveram furtá-las. No entanto, quando pularam dentro da residência, foram recebidos a tiros pela proprietária, declarou o coletor durante depoimento na delegacia. 

O tio alegou que não portava arma de fogo e pensou no momento que se fugissem seria pior. Então, como estavam perto da idosa, resolveram atacá-la e conseguiram tomar a arma. Eles reviravam a casa, quando a cuidadora apareceu e também foi rendida. O sobrinho diz que a mulher não chegou a atirar, já o tio, afirma que a idosa efetuou dois disparos contra eles. 

O tio já foi preso por tráfico de drogas em 2013 e o sobrinho não tem ficha criminal. 

O caso  

Idosa e a cuidadora dela foram feitas reféns por pelo menos uma hora e meia. A operação teve a presença de negociador do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) e cinegrafistas de duas emissoras de TV da Capital "convocados" para "salvar" a vida das mulheres durante as negociações. 

Bandidos que mantinham as vítimas em cárcere exigiam a presença da imprensa para se entregar. As negociações começaram por volta das 16h30 e só terminaram perto das 18h. Depois que disparos foram ouvidos no local, a idosa foi retirada da casa carregada no colo por um policial. 

Parentes foram ao encontro dela, enquanto PMs também deixaram o imóvel e viatura do Batalhão de Choque fez manobra para entrar de ré na garagem da casa. A casa da vítima, que fica próxima ao condomínio Recanto dos Manacás, foi cercada por policiais, além de toda a quadra em volta. 

No local, muitos curiosos acompanharam a ação de longe. As duas mulheres, segundo a polícia, estão bem. Apesar dos danos psicológicos, não tiveram ferimentos. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Bombeiros atendem dois acidentes na BR 262
Esporte
Corumbaense e ladarense vencem campeonato de Fisiculturismo em Bonito
Policial
Jovem é assassinado após discussão no bairro Jardim dos Estados
Ele é irmão de um outro rapaz assassinado no Dom Bosco há 26 dias
Policial
PM apreende 47kg de cocaíma no bairro Aeroporto
Policial
Travesti é assassinada a golpes de faca na Edú Rocha
Curiosidades
A história de Owen
Campo Grande
Após 90 dias, Cassems registra primeira internação por Covid
Educação
Enem continua no domingo com conteúdos de Ciências da Natureza e Matemática
Naviraí
Rádio clandestina é fechada e um homem é pela Polícia Federal
Até 5 de dezembro
Marinha do Brasil abre inscrições para concurso de nível superior

Mais Lidas

Naviraí
Rádio clandestina é fechada e um homem é pela Polícia Federal
Até 5 de dezembro
Marinha do Brasil abre inscrições para concurso de nível superior
Furtada em 2015
Estátua de Bronze furtada do cemitério há seis anos era vendida em grupo de trocas na cidade
Sonho realizado
Casal de idosos ribeirinhos comemoram chegada de energia elétrica em casa