Menu
segunda, 26 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Agente público que furar fila de vacinação em MS será multado em até R$ 90 mil

16 março 2021 - 10h01Portal do Governo de MS

Em Mato Grosso do Sul, quem burlar a ordem de prioridade de vacinação está sujeito a uma multa que pode chegar a R$ 90.672 (2.400 Uferms), se o imunizado for agente ou servidor público. 

A determinação consta na Lei 5.636, sancionada pelo governador Reinaldo Azambuja e publicada nesta terça-feira no Diário Oficial do Estado. Para o caso do imunizado não ser servidor ou agente público, a multa será de até 1.200 Uferms (R$ 45.336).

Conforme o documento, são passíveis de penalização: o agente público, responsável pela aplicação da vacina, bem como seus superiores hierárquicos, caso comprovada a ordem ou o consentimento; e a pessoa imunizada ou seu representante legal. 

As sanções serão impostas após processo administrativo, assegurando o contraditório e a ampla defesa e os valores das multas irão para o Fundo Estadual de Saúde. 

As penalidades não se aplicam àquelas pessoas que, apesar de não pertencerem ao grupo prioritário, forem vacinadas para evitar o desperdício das doses. As ampolas de Coronavac e AstraZeneca contêm 10 doses cada. No caso da Coronavac, a validade de cada frasco é de até 8 horas após a abertura e, da AstraZeneca, 6 horas.

Aprovada pela Assembleia Legislativa, a lei é de iniciativa do deputado Barbosinha. Ele justifica que “furar” a ordem de vacinação é um comportamento criminoso que exige uma uma resposta do poder público. 

“As denúncias de burla das filas de vacinação são cada vez mais comuns e nem chegamos ao ápice da imunização da população. As pessoas que buscam furar a fila da vacinação estão sendo imunizadas antes dos grupos prioritários. É necessário, portanto, uma rápida resposta desta Casa de Leis para coibir comportamentos criminosos e evitar prejuízos aos grupos prioritários”.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Imunização
Quem pode se vacinar nesta segunda (26)
Operação Hefesto
Incêndio atinge linha férrea sobre o Rio Paraguai
Economia
Prefeitura reúne meios de hospedagem para sensibilização turística e uso do QR Code 
Plantão
Incêndio atinge aterro sanitário de Corumbá
Suspeito
Governo prorroga contrato com empresa investigada por pagar propina a filho de Reinaldo
Tráfico de Drogas
Mala com 14 quilos de pasta base é encontrada na rodoviária de Corumbá
Pedrada
Briga de família termina com mãe ferida e filho preso
Polícia Militar
Homem denuncia filho foragido
Alerta Infectologista
Vacinados contra Covid-19 devem aguardar 48 horas para ingerir bebida alcoólica
Oportunidade
Inscrições para estágio na Justiça Federal terminam nesta terça (27)

Mais Lidas

Seguiriam para Bolívia
Dois veículos que seriam atravessados para Bolívia são recuperados
Imunização
Sábado tem vacinação contra Covid até 12h no drive do Poliesportivo
Cidade Tranquila
Operação conjunta combate crimes fronteiriços em Corumbá e Ladário
Mais tempo
Exame toxicológico na emissão de CNH tem prazo ampliado para utilização do laudo