Menu
domingo, 18 de abril de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

Acordo inédito converte 2 milhões de dólares apreendidos em ações sociais

15 julho 2016 - 09h13G1

O valor milionário de US$ 2,4 milhões apreendido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Corumbá na fronteira com a Bolívia em Mato Grosso do Sul será destinado para ações sociais. A informação foi divulgada pelo Ministério Público Federal (MPF) nesta quinta-feira (14). Segundo o órgão, o dinheiro foi liberado após acordo inédito feito durante audiência de custódia na terça-feira (12).

O dinheiro estava sendo transportado por um casal de paulistas que seguia viagem em um ônibus intermunicipal com destino à fronteira com a Bolívia. Durante o flagrante, no sábado (9), a mulher confessou que foi contrata para levar o dinheiro para o país vizinho, mas não revelou a origem do dinheiro. Ela ainda disse para a polícia que trouxe o dinheiro de São Paulo para Campo Grande em um carro particular, que foi deixado na rodoviária da capital sul-mato-grossense.

Ela e o homem que a acompanhava foram presos e apresentados ao juiz durante a audiência de custódia, onde o magistrado define pela manutenção ou não da prisão.

Segundo o MPF, durante a audiência os réus renunciaram ao dinheiro apreendido e também abriram mão do carro usado no trajeto de São Paulo para Campo Grande em troca da suspensão do processo por dois anos.

Por conta do acordo, o MPF conseguiu resolver o caso e liberar o montante apreendido em dois dias úteis. O dinheiro será empregado em finalidades sociais e públicas, conforme a Resoulção nº 154/2012 do Conselho Nacional de Justiça, segundo o procurador da República Sílvio Pettengill.

Para firmar o acordo, os réus também aceitaram a proibição de ingressas na região de fronteira, de se ausentar da cidade onde moram por mais de sete dias sem aviso prévio e devem comparecer a cada três meses na secretaria da Vara Federal para justificar suas atividades, além de não serem acusados de outro crime.

Em caso de descumprimento do acordo, o processo será retomado contra os réus. Ainda conforme o MPF, a suspensão do processo não afeta a investigação em curso sobre a suspeita de lavagem de dinheiro e nem o inquérito da Polícia Federal que apura a origem do valor.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

KIT INTUBAÇÃO
Cooperativa médica adota medidas emergenciais para otimizar uso de medicamentos em falta no mercado
GERAL
Presos brigam em cela e um acaba morto em presídio de MS
SAÚDE
Dia Mundial da Hemofilia: condição genética dificulta coagulação
UEMS
UEMS oferta 78 bolsas no valor de R$ 400 para Projetos de Ensino
SAÚDE
Com mais um drive thru na Praça CEU, Prefeitura retoma vacinação contra a Covid-19
GERAL
Dupla-Sena da Páscoa sorteia prêmio de R$ 30 milhões neste sábado
GERAL
Pandemia e isolamento aumentam procura por cultivo de plantas em casa
ECONOMIA
Prorrogação de imposto alivia orçamento de bares e restaurantes, avalia Abrasel
PANTANAL
Com mais de 50 programas, apresentador divulga belezas do Pantanal na TV
GERAL
Servidores da Agepen recebem primeira dose da vacina contra Covid-19

Mais Lidas

GERAL
Presos brigam em cela e um acaba morto em presídio de MS
PANTANAL
Com mais de 50 programas, apresentador divulga belezas do Pantanal na TV
CORONAVÍRUS
Coronavírus: variante P1 já é predominante em Mato Grosso do Sul
SAÚDE
Com mais um drive thru na Praça CEU, Prefeitura retoma vacinação contra a Covid-19