Menu
terça, 21 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Acidentes com pipa na rede elétrica aumentam em 50% durante pandemia

18 junho 2020 - 11h03Redação

Desde o início da pandemia, a Energisa passou a registrar aumento nas ocorrências relacionadas a objetos que tiveram contato direto com a rede elétrica, especialmente as ocasionadas por pipas. Àquela “brincadeira”, que a princípio denota inofensiva, acabou prejudicando clientes de 18 bairros de Campo Grande, entre os dias 26 de maio e 16 de junho deste ano.

Os dados da concessionária explicam que nesse período 24.442 mil clientes ficaram sem energia, devido as pipas atingirem os fios energizados. Os números revelam um aumento em 50%, se compararmos as estatísticas registradas de janeiro até a última quinzena do mês de junho, que somou 11.242 clientes com interrupção do fornecimento.

Além da interrupção no fornecimento de energia, o contato direto com a rede pode ocasionar diversos tipos de problemas, entre eles: choque elétrico, incêndio e até mesmo acidente fatal. E diante desse cenário, a Energisa orienta que haja um reforço maior nos cuidados que a população deve ter em relação a energia elétrica.

“O ideal é que a soltura de pipa ocorra em locais abertos e afastados dos fios elétricos, e jamais faça uso de linhas metálicas, linha chilena ou cerol. Caso a pipa fique presa aos cabos de energia, nunca tente retirá-la”,  afirma o coordenador de Construção e Manutenção da Energisa, Alécio Almeida Leite.

Dicas de como brincar de pipa com segurança:

  • Procure locais distantes da rede elétrica, como parques e campos abertos;
  • Não utilize materiais cortantes, como a linha chilena e o cerol;
  • Nunca utilize bastões, barras de ferro e outros objetos para remover a pipa que tenha ficado enroscada na rede elétrica. Apenas os profissionais autorizados pela Energisa, munidos de todos os itens de segurança e treinamentos necessários, podem fazer a manutenção na rede elétrica;
  • Não solte pipa próximo a ruas e avenidas. A linha pode ser perigosa para os condutores, causando, principalmente, acidentes com motos e bicicletas;
  • Alerte outras pessoas sobre o risco de soltar pipas sem os devidos cuidados;
  • Sempre que possível, os pais devem acompanhar as crianças nessa brincadeira. A conscientização é fundamental para reduzir transtornos e acidentes.


 

Em casos de pipa na rede elétrica, entre em contato com a concessionária pelos canais de atendimento 0800 722 7272, WhatsApp Gisa (67) 99980-0698 ou pelo site www.energisa.com.br.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Brasil quer atrair mais investimentos privados, diz presidente na ONU
21 de setembro
Incêndios continuam e Corumbá não tem motivo para celebrar o dia da árvore
Mudança no prazo
Saúde mantém vacinação para adolescentes em MS
Dados Estatísticos
Índices de criminalidade apresentam queda em Mato Grosso do Sul
Limpeza
Nos dias 22 e 23 tem ação de combate à dengue no bairro Cravo Vermelho
Evento Virtual
Semana Temática do Empreendedorismo acontece nos dias 28, 29 e 30 de setembro
Crime
Concen pede ação da Polícia Civil no combate ao furto de fios de energia em MS
Maratona
Prorrogadas inscrições para o Hackathon IFMS
Naviraí
Casal preso por tráfico de aves silvestres recebe multa de R$ 2,5 milhões da PMA
243 anos
Corumbá celebra aniversário com retomada de desenvolvimento

Mais Lidas

Denúncia
Bar é fechado e proprietário é multado em R$ 5 mil por poluição sonora
Fronteira
Mulher presa com "cinturão de cocaína" receberia R$ 1.500 pela travessia
Oportunidade
Senac Corumbá abre inscrições para cursos na área da saúde
Tempo
Primavera terá La Niña de fraca intensidade, chuvas abaixo da média e muito calor