Menu
domingo, 17 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Acidente com 2 mortos é alerta para risco dos comboios de caminhões em rodovia

01 outubro 2021 - 10h15Redação

O acidente envolvendo 4 carretas, que matou 2 caminhoneiros na BR-262, em Miranda, na última quarta-feira (29), acende mais uma vez o sinal de alerta para a formação de comboios de caminhões, uma prática proibida e perigosa que acontece diariamente em rodovias de Mato Grosso do Sul.  

De acordo como DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), o artigo 30 das normas gerais de circulação e conduta do Código de Trânsito Brasileiro, determina que veículos lentos, como no caso de caminhões, deverão manter distância suficiente entre si, para permitir que veículos que os ultrapassem possam se intercalar na fila com segurança.  

Apesar do desrespeito ser considerado grave e prever multa, a determinação não é cumprida. Caminhões são vistos frequentemente se deslocando em filas, sem deixar o espaço necessário para veículos menores que querem e precisam ultrapassar com segurança.  

Com o desrespeito, longas filas nas estradas se formam atrás dos caminhões e ônibus, que obrigam a realização de ultrapassagens arriscadas, resultando em acidentes de trânsito, como o registrado da BR-262.  

Além do perigo para o homem, o fluxo de caminhões em comboios também tem acarretado diversos atropelamentos de animais silvestres, principalmente, na região do Pantanal, onde há grande tráfego de caminhões com minérios. 

Tragédia anunciada em Corumbá 

Há dias o Capital do Pantanal denuncia o fluxo elevado de caminhões na rodovia BR 262, nos trevos que dão acesso as mineradoras que atuam em Corumbá. Carros pequenos são expulsos da via pelas carretas e são impedidas de trafegar com segurança. O risco de aciente no local é emimente e até o momento nenhum órgão federal de trânsito se posicionou sobre o assunto. 

 

 

Proprietários de balneários, que passam diariamente pelo trecho, confirmam que está cada dia mais perigoso dirigir na rodovia. O deputado estadual, Evander Vendramini, já emitiu requerimento ao Denit cobrando uma solução, mas até o momento não há resposta.  

As empresas Vale e Vetorial, que exploram minérios em Corumbá, informaram que os motoristas que fazem o transporte dos materiais, pertencem a empresas terceirizadas. E que apesar de não possuírem controle, orientam os motoristas que realizam os fretes a trafegarem em segurança e respeitando as normas de trânsito.  

Tragédia em Miranda 

Caminhoneiros identificados como Daniel Silva, 42 anos e Valmir Ângelo, de 53 anos, morreram na tarde quarta-feira (29), após engavetamento envolvendo 4 carretas na BR-262, na região de Miranda, a 201 quilômetros de Campo Grande.  

 

Informações levantadas pela polícia são de que os dois primeiros caminhões frearam por causa de obras na pista, no entanto, o último não conseguiu parar a tempo e colidiu, provocando o acidente. Apenas o condutor do primeiro caminhão não teve ferimentos e as vítimas morreram prensadas nas ferragens. As cabines dos caminhões ficaram completamente retorcidas.  

 

Com informações do Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tragédia
Médico do interior de SP é um dos sobreviventes de barco que naufragou; quatro parentes morreram
Atualizações
Dois dos corpos encontrados no rio Paraguai são identificados
Inédito
Tempestade de areia: Energisa recebeu 4 mil chamados em Campo Grande
Dia Mundial da Alimentação
Em MS, 69% da população está com excesso de peso e 36% com obesidade
Ensino Superior
UEMS investe mais de R$ 13 milhões em bolsas e auxílios para estudantes
Transporte
Expresso Queiroz tem autorização suspensa por incapacidade de atender passageiro
Defesa Civil
Tempestade de poeira e vendaval causaram estragos em pelo menos sete nos municípios
Cidade em alerta
Ventos de 64 km/h destelharam 20 casas em Corumbá
Previsão Meteorológica
Tempo continua fechado com chance de mais chuva para grande parte do Estado
Tragédia
Naufrágio no rio Paraguai deixou sete pessoas desaparecidas

Mais Lidas

Tragédia
Médico do interior de SP é um dos sobreviventes de barco que naufragou; quatro parentes morreram
Tragédia
Naufrágio no rio Paraguai deixou sete pessoas desaparecidas
Atualizações
Dois dos corpos encontrados no rio Paraguai são identificados
Cidade em alerta
Ventos de 64 km/h destelharam 20 casas em Corumbá