Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

A partir desta segunda-feira documentação de veículos será totalmente digital

04 janeiro 2021 - 08h13Portal do Governo de MS

Por determinação do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), a partir desta segunda-feira (4 de janeiro) a documentação de veículos sofrerá alteração em todo o Brasil com a unificação do Certificado de Registro Veicular (CRV) e do Certificado de Registro de Licenciamento de Veículos (CRLV) em um só documento e em formato digital, o novo CRLV-e.

A mudança traz segurança aos proprietários de veículos com um documento marcado por QR Code que poderá ser usado tanto no formato digital quanto ser baixado e impresso em papel comum, a qualquer hora e em qualquer lugar.

Além da segurança que o novo formato traz, haverá redução de custos. Hoje, para tirar a segunda via do CRV, por exemplo, o cliente paga R$ 414,00, taxa que não existirá com o CRLV-e.

Destaque nacional

Mais uma vez o Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) se destaca entre todos os estados no quesito modernização digital e inicia o ano de 2021 com o lançamento da nova versão do documento sem interromper o atendimento ao público.

O diretor da Tecnologia da Informação do Detran-MS, Robson Alencar, explica que toda a equipe de desenvolvimento de sistemas do órgão teve uma participação decisiva na criação do novo modelo. “Estivemos em contato direto com o Denatran em todas as fases do processo. Mais uma vez Mato Grosso do Sul sai na frente de outros estados e cumpre rigorosamente as metas e os prazos definidos pelos órgãos superiores”, finaliza.

A diretora de registro e controle de veículos do órgão, Loretta Figueiredo, destaca que, em um primeiro momento, a mudança poderá gerar dúvidas, já que implica em uma mudança cultural. “As pessoas estão habituadas a ter o recibo naquele papel verde, como algo de muito valor. Há receio até mesmo no ato do preenchimento, porque no caso de rasura, o proprietário precisa tirar uma segunda via e pagar a mais por isso. Com o novo formato, isso chega ao fim porque o processo de preenchimento do documento unificado será feito diretamente no sistema do Detran”, explicou.

Escreva a legenda aqui

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Palestras
3ª edição da Semana da Saúde do Sesc tem foco nos reflexos da pandemia
SCT 2021
IFMS abre inscrições para Semana de Ciência e Tecnologia
Javaporco
PMA flagra criação ilegal de javalis em propriedade de Dourados
Alerta
De agendamentos a esquemas de 'pirâmides', entenda os maiores golpes do Pix em MS
Retomada
Fundtur recebe inscrições no Programa "Incentiva+MS Turismo" até 5 de outubro
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Balanço
Mais de 50% das drogas apreendidas na Operação Fronteiras e Divisas I são de MS
Economia
Comércio deve facilitar pagamento e ser cauteloso para o Dia das Crianças

Mais Lidas

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Desenvolvimento
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida