Menu
terça, 25 de janeiro de 2022
Andorinha Janeiro/2022
Andorinha Mobile - Janeiro 2022
Geral

A história de Owen

27 novembro 2021 - 10h42Redação

Se mantivesse o ritmo de seu começo de carreira, ou ainda se atingisse as projeções que foram feitas para ele nesse momento, Michael Owen teria se tornado um dos principais jogadores da história do futebol inglês e mundial.  

O menino que despontou na Copa do Mundo de 1998, ainda praticamente desconhecido fora da Inglaterra, parecia destinado a uma carreira de sucesso. Os que apostaram nisso, perderam. No entanto, tampouco podemos dizer que Owen foi um fracassado: disputou Copas do Mundo, ganhou alguns títulos, foi envolvido em transferências milionárias, marcou gols por onde passou e chegou a ser eleito o melhor jogador da Europa pela Revista France Football.  

Se não eram tão populares e difundidos quanto hoje em dia, por conta de novas tecnologias, promoções como as que oferecem código promo para os apostadores e outras coisas, as apostas esportivas já existiam e eram uma febre na época, sobretudo na Inglaterra, e Michael Owen deve ter sido sempre uma aposta de alto risco, pois num dia ou temporada poderia ser decisivo, e na outra passar despercebido. 
 

Brilho desde o primeiro jogo 

Michael James Owen nasceu em Chester, no dia 14 de dezembro de 1979, vem de uma família com ascendência escocesa e galesa e seu pai inclusive foi jogador do Everton.  

Foi revelado nas categorias de base do Liverpool, time pelo qual fez sua primeira partida como profissional em maio de 1997. Aos 17 anos, o rápido atacante entrou como substituto e logo marcou um gol.  

Com a lesão do atacante Robbie Fowler, o garoto tornou-se titular já na temporada 1997/98,  a sua segunda no clube, e terminou a Premier League como artilheiro com 18 gols. Foi também eleito o melhor jogador jovem do campeonato, com atuações que o credenciaram a ser convocado para a Copa do Mundo de 1998, disputada na França.  

Assim como fez no Liverpool, Owen não se intimidou pela pouca idade e experiência, e fez uma competição muito boa, tendo marcado contra a Argentina um dos gols mais bonitos da Inglaterra em Mundiais. 

Após a Copa, o jogador alternou altos e baixos sobretudo por conta de lesões. Depois de marcar um gol em três jogos na Euro 2000, na temporada 2000/01 o atacante voltou a atuar em grande nível, ajudando o Liverpool a conquistar três copas: a Copa da Liga, a FA Cup e a Copa da UEFA (hoje Liga Europa). O time saiu assim de uma seca de títulos que já durava seis anos. 

Com base em suas grandes atuações no período, Owen foi premiado pela revista France Football como o melhor jogador da Europa no ano de 2001. Na Copa do Mundo de 2002, a seleção inglesa jogou bem e era uma das favoritas até enfrentar o Brasil, nas quartas de final, tendo sido derrotada pela futura campeã. Owen marcou um gol na campanha, contra a Dinamarca.  

Em 13 de agosto de 2004, o atacante foi negociado com o Real Madrid por 8 milhões de libras. Entre 1998 e 2004, Owen foi o artilheiro do Liverpool em todas temporadas, completando sua passagem pela equipe com 297 jogos e 158 gols. 

Galáctico  

Owen chegou ao Real Madrid em um momento em que o time tinha a chamada geração de “galácticos”: um time formado por grandes estrelas internacionais, contratadas por valores muito altos e que jogavam sobretudo no ataque. Sem ninguém para defender e sem espaço para tantos egos, o Real acabou ficando bem longe de corresponder às expectativas, apesar de inúmeras boas atuações individuais de craques como Raul, Zidane, Beckham, Figo, Ronaldo, Roberto Carlos e Casillas.  

O atacante assumiu a camisa 11 da equipe, mas não chegou a se firmar, tendo atuado em 45 jogos (sendo 26 como titular) e marcando 16 gols durante a temporada. Com a contratação de Robinho no final da temporada, o clube não fez força para impedir a saída do jogador, que voltou a Premier League, agora para atuar pelo Newcastle. 

De volta à Inglaterra  

O Newcastle contrata Owen pelo dobro que o Real Madrid havia pagado, 16 milhões de libras, a maior contratação da história do clube. Uma das motivações do jogador para deixar a Espanha era ser titular com vistas à Copa do Mundo de 2006. 

Apesar de boas partidas, como na vitória de 4 a 2 contra o West Ham, jogo em que marcou três gols, Owen enfrentou novamente lesões durante sua carreira no Newcastle. No final de 2005, quebrou um osso do pé e teve que passar por uma cirurgia. Posteriormente, rompeu os ligamentos do joelho durante a Copa do Mundo de 2006, tendo ficado um ano afastado dos gramados após isso.  

Ao final de sua passagem, foram 30 gols pelo Newcastle. Em julho de 2009, o jogador se transferiu, sem custos, para o Manchester United, que havia acabado de vender Cristiano Ronaldo para o Real Madrid.  

Em três temporadas, foram 52 jogos e 17 gols, além de algumas novas lesões. Owen ainda atuaria com a camisa 10 do Stoke City antes de se aposentar, em março de 2013.  

Pela seleção da Inglaterra, foram 89 partidas disputadas e 40 gols marcados, o que o coloca em sexto lugar na artilharia da seleção em sua história, atrás apenas de Rooney, Charlton, Lineker, Kane e Greaves. Além de três Copas do Mundo, esteve também em dois Euros. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Benefício
Portadores de síndrome de Down passam a ter isenção de ICMS na compra de veículos 0km
Tráfico de Drogas
Homem é preso com 620 kg de maconha após perseguição em rodovia
Receptação
Homem é flagrado com moto roubada em blitz no centro
Denúncia
Homem rompe tornozeleira e é reconduzido para presídio
3ª Fase
Preso terceiro envolvido no sequestro e roubo em escola municipal de Corumbá
Variedade
Qual é o melhor banco digital para PJs?
4 quilos
Cocaína ocultada em papel é apreendida em van com destino a Campo Grande
Imunização
Ministério da Saúde anuncia mais 26.500 doses da Pfizer pediátrica para MS
Tempo
Mato Grosso do Sul terá mais um dia de calor intenso; tempo muda nos próximos dias
São esperadas chuvas de intensidade moderada a forte à partir de quarta-feira (26)
Imunização
Corumbá disponibiliza 11 pontos de vacinação e apenas um funciona o dia todo

Mais Lidas

Fronteira
Família simulou venda de 20 mil toneladas de grãos em MS para 'maquiar' tráfico de cocaína
Crime de 2016
Homem condenado por estupro de vulnerável é preso em Corumbá
Desdobramentos
Polícia recupera TV furtada e prende mulher por receptação
Começa hoje
Programa Vale Universidade abre inscrições com 1 mil vagas disponíveis