Menu
domingo, 25 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
COLUNA

Entrelinhas

Sylma Lima

Vergonha alheia

02 julho 2021 - 09h41

É uma incógnita o que a administração do hospital de Corumbá faz com o recurso do Covid. Falam tanto do salário dos médicos, que praticamente moram na santa casa, mas, se esquecem de dizer que nunca recebem em dia. Fonte seguras do Capital do Pantanal descobriu que eles não receberam nem o salário de Maio. O desespero é grande porque as contas vencem no final do mês. Dizem que vão  receber na próxima segunda ( o mês de maio). Por isso Corumbá esta sendo investigada na CPI do Covid.

Barato que sai caro

Outro fato que chama a atenção é o aluguel de equipamentos a preços exorbitantes. Tipo monitor, respiradores e outros são alugados quando poderiam ser comprados. Dizem que esta prática é antiga, mas ninguém consegue explicar  porque. Sem contar com o superfaturamento de medicamentos e das mascaras em tempo de pandemia. Um médico foi adquirir a face chield (modelo com visor) e pagou R$ 30,00 numa loja de matérias de construção (serralheiros usam semelhantes), e o hospital esta pagando R$ 200,00 por unidade. Imagine se comorassem na fabrica.É necessário mais que um CPI ,que nunca acaba, é preciso intervenção judicial.

Dinheiro não compra

O clichê é antigo mas , o adagio permanece, “ dinheiro não compra saúde” . Se você faz parte da quadrilha que ‘afana’ descaradamente o hospital local, cuidado, a justiça divina tarda mas,  nunca falha.

Calote

Falando em hospital, os funcionários demitidos por que não apoiaram o atual prefeito  ainda não receberam verbas indenizatórias. E depois enchem a boca para falar em moralidade e democracia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

A verdade aparece
Apelo
Vergonha alheia
Rodovia da morte
Sangue novo