Menu
segunda, 15 de agosto de 2022
Governo - Utilidade Pública - Agosto/22
Andorinha Institucional
COLUNA

Entrelinhas

Sylma Lima

Absolvição

27 julho 2022 - 07h55

"A verdade é filha do tempo e não da autoridade" 

Essa frase de autoria incerta, atribuída ora a Galileu Galilei, ora a Francis Bacon e até mesmo a Bertold Brecht, expressa uma realidade cada vez mais flagrante em nossa coletividade:  prisões arbitrárias que após anos de desgaste e sofrimento ao desafortunado se mostram inoportunas e desnecessárias. O que fazer nesses casos, Indenizar? mas como quantificar a dor? Aliás, qualquer um dos prováveis autores da citação que inicia o texto teria propriedade para pronuncia-la, pois dois foram presos e um perseguido pelo nazismo, mesmo sendo referência, ainda hoje, em ciências, filosofia ou arte. 

A título de exemplo, na terça-feira, 26 de julho de 2022, o ex-comandante da FELCC, Cel. Gonzalo Medina, foi mais uma vez absolvido, dessa vez pelo "Tribunal Cuarto de Sentencia", em Santa Cruz de la Sierra, isto após ser preso e execrado por anos. Analisa agora se solicitará a sua reintegração aos quadros da polícia. 

Gonzalo Medina é o mesmo que teria supostamente ligação com o delegado de polícia Fernando Araújo, que trabalhou em Ladário e Corumbá e foi acusado da morte do narcotraficante Alfredo Rengel Weber, conhecido no mundo do crime como "Ganso", após este último ameaçar esquartejar toda sua família. Ganso era foragido da justiça catarinense desde a sua fuga do presídio de Criciúma/SC, onde cumpria pena por tráfico de drogas e assalto a uma joalheria. O fato segue sendo investigado na Bolívia, enquanto no Brasil, uma investigação de três meses levou à condenação do delegado. 

Inevitável lembrar de uma outra frase, agora do célebre Platão, reproduzida pelo Conselho Nacional de Justiça em seu Twitter, e que deveria habitar a consciência de qualquer um que detenha alguma forma de poder decisório: 

"Quem comete uma injustiça é sempre mais infeliz que o injustiçado." 

 

Leia sobre esse assunto no link

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Vices
Dados Estranhos
Corumbá, candidatos
Eleições 2022 X crimes etc
Justiça