Matrículas - Sesi

Zeladores de santo desacreditam que mulher tenha recebido espírito de Ruiter

Por Gesiane Medeiros09 NOV 2017 - 11h09min
Senhora se manifestou afirmando que Ruiter estava nela. Foto: Reprodução/Facebook

A manifestação espiritual ocorrida na primeira coletiva de imprensa do prefeito Marcelo Iunes, nesta terça-feira, 7 de novembro, quando uma mulher afirmou estar recebendo o espírito do ex-prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha de Oliveira, falecido na última semana em complicações pós-operatórias, continua dando o que falar nas redes sociais e até mesmo na imprensa da capital, visto que o site Correio do Estado, publicou matéria sobre o assunto ontem.

A mulher, não identificada, se manifestou no momento em que o presidente da câmara municipal discursava. Em tom alto ela disse: “Ele está aqui, o Ruiter está em mim”. Na mesma hora, todos os presentes ficaram sem ação e olharam um para outro, sem saber o que fazer. A mulher chorava e continuava a gritar. Integrantes da organização da coletiva se mobilizaram e conseguiram retirar a mulher por uma porta lateral para acalmá-la, enquanto isso a entrevista que havia sido interrompida foi retomada e o vereador Evander Vendramini pode continuar sua fala.  

O vídeo com o aconteceido foi transmitido ao vivo pelo Facebook, através da página de uma jornalista local, que fazia divulgava a coletiva. O mesmo foi postado em diversas outras páginas da rede social e viralizou em Corumbá. 

Babalorixá Deamir Ribeiro não acredita que espírito do ex-prefeito tenha se manifestado. Foto: Divulgação

O Capital do Pantanal buscou a opinião de quem conhece o mundo espiritual e pode abordar o tema com saber. Para o Bàbá Deá Odé (Deamir Rbeiro), Babalorixá do Axé Imukaindé, Casa de Candomblé de Corumbá, não seria possível a mulher ter recebido o espírito do ex-prefeito. Ele explica que “almas penam sem discernimento de local nesse mundo quando a morte é decorrente de uma tragédia ocasionada por um acidente ou suicídio, por exemplo. Diferente do que aconteceu com Ruiter, que sofreu uma morte natural decorrente de um problema de saúde, nesse caso, caracterizamos de que chegou a hora dele. Por isso não acredito, que Ruiter tenha se manifestado naquele senhora, no meu ponto de vista, a manifestação foi muito mais emotiva do que espiritual”.

Clemilson acredita que o momento tenha sido de emoção e não espiritual. Foto: Arquivo/CDP

Em sua rede social, o também Babalorixá Clemilson Medina, afirmou não acreditar que a mulher tenha recebido o espírito do ex-prefeito. “Segundo o que acredito, deve ter sido emoção e sentimentos”. Clemilson explica que seria impossível tal manifestação, já que somente no sétimo dia de falecimento o espirito descobre que não está mais neste plano e sim no plano espiritual, e logo depois é levado pelos anjos para seguir o caminho pós-morte. Ainda segundo Clemilson, a alma passa por uma purificação onde é curado das dores da matéria e depois é acompanhado de mentores para buscar a salvação da alma. “Não digo que a algo não possa ter sombreado a senhora, mas o espirito dele estava recebendo orações de muitas pessoas, não iria se manifestar.

Deixe seu comentário

Leia Também

Conexão Internacional

Voo direto entre Campo Grande e Paraguai começa funcionar

Capital

Caminhada em Campo Grande pede tolerância com diversidade religiosa

Internacional

Paraguai reconstitui hoje assassinato de jornalista na fronteira com MS

Oportunidade

Semana começa com 420 vagas em concursos e salários de até R$ 19,4 mil

Serviço

Ação Cidadania da Fiems encerra o ano com 36,9 mil atendimentos

Educação

Prova do IFMS reúne mais de 3,4 mil candidatos em dez municípios

Serviço

Em Corumbá, vereador cobra instalação de loja ou posto de atendimento da Oi