Tribunal de Contas aprova pedido para investigar Santa Casa de Campo Grande

Por Correio do Estado11 AGO 2017 - 11h54min
Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado em reunião.Foto: Divulgação/TCE

O Ministério Público de Contas (MPC-MS) vai fiscalizar a Santa Casa e o “contrato” do hospital com a Prefeitura de Campo Grande.

Com medidas de regulação válidas desde a semana passada, portões fechados e exigindo cláusulas na contratualização com o município – para atendimento de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) – o hospital será alvo de investigação.

A suposta superlotação da Santa Casa foi citada pelo MPC para justificar a medida.

O procurador-geral, João Antônio de Oliveira Martins Junior, apresentou pedido durante a sessão do Pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE/MS), na quarta-feira (9), e obteve autorização para inspeção do hospital e também da prefeitura, em relação aos repasses realizados à Santa Casa.

O MPC deve verificar a capacidade operacional do setor de urgência e emergência e a ocupação diária (razão entre o número de leitos ocupados pelo número de leitos disponíveis), com dados desde o dia 15 de julho.

Já da parte do município, o órgão vai levantar informações relativas à pontualidade dos repasses desde o dia 1° de janeiro, além do funcionamento do sistema de regulação de vagas e do estágio em que se encontra o procedimento administrativo para celebração da nova contratualização.

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Posse

Empossada nova diretoria do Sindicato Extrativista de Corumbá e Ladário

Incêndio

Dois registros dos bombeiros com desdobramento policial

Ressocialização

Detentas de Corumbá disputam Torneio Estadual de Xadrez na capital neste final de semana

Policial

PRF sentiu cheiro de coisa errada e prendeu 4 de uma vez

Prefeito Presente

Iunes ouve demandas e apresenta projetos para lideranças da parte alta

Plantão

‘Víbora do Pantanal’ aterrorizou no Dom Bosco

Honraria justa

Câmara homenageia personalidades por serviços prestados a Corumbá