Andorinha 70 anos

Sindicato levanta demandas das indústrias de calçados do interior e reforça associativismo

Por Redação19 OUT 2017 - 08h49min
Presidente visitou fábricas em Três Lagoas e Aparecida do Taboado.Foto: Divulgação

O presidente do Sindical/MS (Sindicato das Indústrias de Calçados de Mato Grosso do Sul), João Batista Camargo, percorreu a região leste do Estado para visitar as indústrias do segmento e conhecer as demandas dos empresários, bem como apresentar o portfólio de serviços e produtos oferecidos pelo Sesi, Senai e IEL. Além disso, ele também aproveitou para reforçar a importância do associativismo junto aos empresários, obtendo, dessa forma, a filiação de mais uma empresa ao Sindicato.

Na terça-feira (17/10), João Batista Camargo esteve em Três Lagoas, onde realizou uma reunião com os empresários Ricardo Grafia, da Kidy Calçados Infantis, e Valdir Mestriner, da Klin, e com o gerente da unidade do Senai no município, Antônio Carlos de Campos Faria. Após o encontro, seguiu para Selvíria, onde se reuniu com o empresário Denilson Eckstein, da Brink Calçados Intanfis.

Já na quarta-feira (18/10) o presidente do Sindical/MS esteve em Aparecida do Taboado em reunião com representantes da Boots e, em Paranaíba, para se encontrar com representantes da Pampili. Ainda em Paranaíba, ele conseguiu a filiação da indústria de botinas Calçados JH, de propriedade do empresário Jean Henrique, que tem falta de mão de obra qualificada em selaria e precisa da parceria do Senai para a formação de trabalhadores.

“É importante ouvir os empresários e saber de suas necessidades para poder oferecer o melhor serviço que irá solucionar o seu problema, além de apresentar o portfólio do Sistema Fiems, que garantem mais competitividade às indústrias e, consequentemente, maior lucratividade e geração de empregos”, explicou João Batista Camargo.

Ele ainda acrescentou que, durante as visitas, também tem explicado aos empresários os esforços do presidente da Fiems, Sérgio Longen, na criação do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Econômico e de Equilíbrio Fiscal do Estado (FADEFE) e do Refis, projetos apresentados pelo Governo do Estado e aprovados por unanimidade pela Assembleia Legislativa. “Estou divulgando os trabalhos desenvolvidos pela Fiems que irão beneficiar os empresários. Esses projetos representam um leque de oportunidades, como regularização de dívidas e ampliação dos incentivos fiscais até 2033”, completou.

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Imigrantes

Comissão dos refugiados haitianos vê situação periclitante em MS

Fronteira

Corumbá é a mais nova rota para haitianos

Economia

Preço da soja teve leve alta no mercado de MS em julho

Cidade

Prefeitura prorroga pagamento do IPTU; 1° vencimento será em 08 de agosto

Policial

Mulher acusa irmão e marido de estupro coletivo dentro de casa

Economia

Governo publica decreto que antecipa parcela do 13º para aposentados

Educação

Sesc Corumbá terá Café Literário e oficina de escrita criativa