Matrículas - Sesi

Sequestrador estupra vítima e alega "vingança" por traição de anos atrás

Por Campo Grande News31 OUT 2017 - 10h53min
Imagens da caminhonete pegando fogo foram feitas pelos vizinhos do local.Foto: Direto das Ruas/Campo Grande News

Uma das vítimas do roubo de uma camionete Chevrolet S-10, incendiada por bandido na noite de ontem (30), foi estuprada. O sequestrador armado com uma pistola .40 teria violentado a vítima para vingar do namorado dela, que há anos teve relacionamento com a mulher dele. O caso aconteceu por volta das 20h30, próximo à Uniderp, que fica na Avenida Ceará, na Vila Antônio Vendas, em Campo Grande.

Conforme a Polícia Civil, as estudantes de 21 e 22 anos entravam no carro estacionado em uma rua próximo à universidade, quando foram abordadas pelo homem armado. As mulheres foram obrigadas a entrar dentro do veículo. Uma delas foi para o banco de trás, enquanto a outra ficou ao lado do bandido que assumiu a direção.

Demonstrando muito nervosismo, o criminoso saiu em alta velocidade. As vítimas foram obrigadas a permanecerem de cabeça baixa. Elas acreditam que passaram por uma rodovia e pela Avenida Gunter Hans, próximo ao Hospital do Pênfigo. Depois de rodar a cidade por pelo menos 25 minutos, o homem parou o veículo em um local ermo e estuprou uma das estudantes.

Ele disse que o crime era para se vingar do namorado dela, que há anos havia ”ficado” com a mulher dele. O criminoso também perguntava se um rapaz alto de cabelo castanho frequentava a casa dela. A vítima relatou à polícia que não sabe de quem o autor falava.

Depois do estupro, as mulheres foram abandonadas em uma rua larga. Lá, as duas pediram por socorro e foram levadas à delegacia por uma pessoa que seguia pelo local. A caminhonete foi encontrada horas depois abandonada e incendiada no cruzamento das ruas Maria de Lourdes Barbosa com a Conde do Pinhal, no Jardim Colibri, região sul.

Por volta das 23h, o Corpo de Bombeiros foi acionado para conter as chamas. O automóvel, que pertence ao pai de uma das vítimas, foi destruído pelo fogo. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, mas será investigado pela Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

Testemunhas - Vizinhos da rua onde a S-10 foi encontrada incendiada contaram que ouviram movimentação de gente. Eles acreditam que outro carro foi até o local buscar o criminoso. “Escutei uma freada em cima do buraco que tem na via. Na sequência, ouvi o barulho do alarme do automóvel que havia disparado. Quando saí para a rua, vi as chamas e acionei os bombeiros", diz uma das testemunhas, que não quis se identificar. A S-10 foi levada para o pátio da Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos). 

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Política

No Ministério do Turismo, prefeito discute liberação de verbas para distrito turístico

Serviço

CAC fica aberto até às 19 horas de hoje para adesão ao REFIC

Fuga

Interno não consegue entrar com celular e foge do semiaberto

Serviço

Testes na nova ETA de Ladário pode causar falta de água até sábado (25)

Otimismo

Aumenta vagas de emprego no comércio de MS

Comunicado

Prorrogada publicação dos classificados no processo seletivo da Fundtur

Educação

Governo finaliza compra de uniformes, kits e merenda escolar para 2018