Menu
terça, 10 de dezembro de 2019
Campanha Viajar Andorinha - Saudade
Mobile - Campanha Viajar Andorinha - Abraço
Geral

Sede do CRAM funciona em novo endereço na área central da cidade

12 julho 2019 - 10h41Prefeitura de Corumbá

O Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência (CRAM), que é vinculado à Secretaria Especial de Cidadania e Direitos Humanos, está funcionando em novo endereço. A nova sede do CRAM está localizado na rua 15 de Novembro, 659-A, no Centro da cidade, e funciona de segunda a sexta-feira das 07h30 às 11h30 e das 13h às 17 horas. Os telefones são (67) 3907-5479 e 3907-5640.

 O CRAM tem como objetivo essencial prestar acolhida, acompanhamento psicossocial e orientação jurídica às mulheres em situação de violência, bem como atuar no enfrentamento à violência de gênero, visando à promoção da autonomia das mulheres, conforme diretrizes propostas pela Gerência de Políticas Públicas para a Mulher.

 São atribuições prioritárias do CRAM: acolher e prestar atendimento especializado às mulheres vítimas de violência de gênero, incluindo-se atendimento psicológico continuado e orientação jurídica; orientar e encaminhar as mulheres aos serviços necessários, articulando os entes estaduais e municipais da Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher, conforme o caso; encaminhar as mulheres em risco de morte para a Casa Abrigo Estadual, enviando relatório multidisciplinar pormenorizado, a fim de não provocar revitimização; realizar palestras, instituir grupos de orientação e vivência com as mulheres atendidas, mulheres  da  comunidade  e  profissionais  habilitados,  visando  à reintegração na vida social e econômica, à defesa de seus direitos, à prevenção e à identificação da violência; pactuar parceria com organismos governamentais e não governamentais, com objetivo de promover o empoderamento e autonomia social e econômica das mulheres com a realização de oficinas, seminários, cursos de qualificação e capacitação, campanhas educativas e orientação sobre direitos; encaminhamento ao mercado de trabalho, a emissão de documentos; exercer outras atividades correlatas e registrar  dados  e  consolidar  estatísticas  anuais  sobre  a  violência  contra mulheres.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Garantido
Ações culturais de MS para 2020 conquistam apoio do Secretário Nacional de Cultura
Carne
Queda no preço da arroba do boi não chega aos açougues
Educação
MEC divulga novas diretrizes do ensino médio em tempo integral
Cultura
Exposição dos alunos da Apae Corumbá e Campo Grande unem patrimônio cultural e inclusão social
Comércio
Postura intensifica fiscalização de ambulantes em Corumbá
Morando Sozinho
Idoso é socorrido com suspeita de AVC em casa da rua Cabral
Alerta
Vizinhos impendem incêndio em residência com chá erva mate esquecido no fogão
Cidade
TJMS derruba liminar e prefeitura determina reinício imediato de obras
Previsão do Tempo
Com máxima de 32°C chuvas devem continuar nesta terça-feira em MS
Porteira Aberta
Empresas de MS e de outros cinco Estados na mira da PF por esquema de propina na agropecuária
Investigação aponta que esquema criminoso movimentou mais de R$ 6 milhões em propinas a servidores públicos de fiscalização sanitária federal

Mais Lidas

Garantido
Ações culturais de MS para 2020 conquistam apoio do Secretário Nacional de Cultura
Carne
Queda no preço da arroba do boi não chega aos açougues
Educação
MEC divulga novas diretrizes do ensino médio em tempo integral
Cultura
Exposição dos alunos da Apae Corumbá e Campo Grande unem patrimônio cultural e inclusão social