Governo - Doação de Órgãos

Santa Casa normaliza medicamentos e contrata empresa para manutenção de aparelhos

Por Prefeitura de Corumbá12 OUT 2018 - 08h27min
Junta Interventora que administra o principal hospital da região conseguiu regularizar todo o estoque da farmácia e do almoxarifadoFoto: Renê Marcio Carneiro/PMC

A Santa Casa de Corumbá agora dispõe de todos os remédios e materiais necessários para o bom atendimento dos pacientes de Corumbá, Ladário e dos bolivianos que necessitam de socorro médico. Nesta semana, a Junta Interventora que administra o principal hospital da região conseguiu regularizar todo o estoque da farmácia e do almoxarifado.

Isso só foi possível graças à negociação direta feita entre os integrantes da Junta e fornecedores. Como acontece desde a intervenção determinada pelo Ministério Público Estadual, as diversas dívidas acumuladas pela Santa Casa ao longo dos anos dificultam desde a manutenção de serviços básicos até grandes ações no local.

No caso específico dos medicamentos e insumos hospitalares, hoje a Junta só consegue adquirir esses materiais à vista ou, no máximo, para pagamento integral em até 30 dias. E esse crédito só foi possível após muitas negociações e com o compromisso do hospital de quitar os valores atrasados e não deixar que novas demoras de pagamento aconteçam.

Paralelamente, a Junta Interventora contratou uma empresa, com capacidade técnica e profissional reconhecidas no cenário nacional, para fazer a manutenção de todo o parque tecnológico da Santa Casa. Até então, os equipamentos só eram consertados depois de apresentarem problemas. Agora, além da parte corretiva, essa empresa especializada também fará a manutenção periódica dos aparelhos.

O contrato com essa prestadora de serviço é de 12 meses. “É normal que um hospital tenha um contrato para manutenção, por exemplo, dos respiradores, outro para a autoclave e assim sucessivamente. Aqui conseguimos contratar uma única empresa para fazer tudo isso, o que garantiu uma condição melhor de negociação e economia nos valores”, explicou o diretor administrativo financeiro da Santa Casa, Marcelo Cesar de Arruda Ferreira.

“A população pode sim ficar tranquila que o hospital está abastecido. É de conhecimento de todos o momento difícil pelo qual passam as Santas Casas de todo o Brasil, e aqui não é diferente. Estamos buscando todos os credores e, individualmente, buscando condições de assegurar o funcionamento integral à população que tanto precisa. Estamos avançando, mas ainda temos um longo caminho e seguir”, finalizou.

Por orientação do prefeito Marcelo Iunes, o Município realiza aportes financeiros além do estabelecido por contrato, para viabilizar melhorias em ações em saúde e manutenção da instituição.

Deixe seu comentário

Leia Também

Policial

Policiais sentem cheiro de maconha e acham 2,5 toneladas em caminhão

Policial

Preso foi morto dentro da cela depois de briga por causa do volume da TV

Policial

Adolescente de 15 anos é sequestrada, ameaçada de morte e depois abandonada em estrada

Meio ambiente

Instituto alerta para chuvas intensas com possibilidade de granizo em MS

Esportes

Sete atletas representam MS no Brasileiro de Futebol de Mesa

Geral

Canadá legaliza maconha para uso recreativo

Meio ambiente

Estudo mostra que agrotóxicos ameaçam vida no Cerrado de MS