Governo - Campanha HPV

Roubo a caminhão tem perseguição, tiroteio e assaltante morto

Por Campo Grande News16 MAI 2018 - 10h07min
Os dois pneus da frente foram estourados durante perseguição policialFoto: Saul Schramm

Um assaltante morreu e outro ficou ferido em confronto com a Polícia Militar após roubo de caminhão Ford Cargo Baú. O crime aconteceu na noite de ontem (15), na Rua Vale do Sol, na região do Bairro Nascente do Segredo, em Campo Grande. A vítima, um caminhoneiro de Nova Aurora (PR), foi amordaçada e mantida refém por cerca de 5h.

O fretista de 33 anos relatou à polícia que havia chegado na cidade e estava no Posto de Combustíveis Carretão, quando um homem ligou solicitando o serviço de frete para esta quarta-feira. Porém, por volta das 18h, ele foi rendido no local por dois homens armados, colocado dentro do caminhão e obrigado a dirigir até uma área de mata nos fundos da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), onde foi amarrado pelos pés, mãos e amordaçado.

A vítima ficou em poder dos bandidos, enquanto uma terceira pessoa foi buscar o veículo. Ao tentar manobrar, o comparsa dos assaltantes bateu o veículo em um barranco e furou o tanque de combustível, mas mesmo assim seguiu viagem. Por volta das 23h, quando percebeu que os ladrões haviam ido embora, o fretista conseguiu se soltar e caminhou até o seminário dos padres, onde foi socorrido pelo caseiro.

A Polícia Militar foi comunicada. Na sequência, com a ajuda do rastreador, o caminhão foi localizado na Rua Santo Ângelo com os dois assaltantes. Houve perseguição e troca de tiros. O motorista jogou o veículo contra duas viaturas da polícia e ao dar ré chegou a empurrar um dos carros da PM. Um dos suspeitos identificado como Mauro Lopes da Silva, 51 anos, foi atingido com tiro no ombro e socorrido à Santa Casa.

O comparsa dele fugiu em direção à mata, mas foi localizado. Ele tentou evitar a prisão tentando atirar contra a equipe policial e acabou baleado no tórax. O assaltante foi socorrido pela própria polícia e levado à unidade de saúde, mas não resistiu e morreu. O nome dele ainda não foi divulgado. Marcas de tiros ficaram no para-brisa do caminhão, que teve a lataria danificada e os dois pneus dianteiros estourados. O fato foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro. 

Deixe seu comentário

Leia Também

Acessibilidade

Vereador pede ao Governo, recuperação de calçada de escola estadual

Educação

Com diretores da REME, Prefeitura celebra Dia dos Professores

Meio ambiente

PMA realiza soltura de jacaré-de-papo-amarelo capturado por bombeiros

Economia

MS teve 2,2 mil demissões por acordo desde o início da reforma

Acessibilidade

Solicitada recuperação de passarela de acesso a escola em Porto Esperança

Geral

Dois morrem afogados em córrego e amigos usam anzol para encontrar corpos

Geral

Depois de alerta de emergência, Rio Miranda volta ao nível normal