Governo - Doação de Sangue

Refic dará perdão de juros e multas para pagamento à vista e parcelados

Por Sylma Lima e Gesiane Medeiros17 OUT 2017 - 12h08min
O parcelamento vai começar a ser feito em Novembro e pode ser prolongado até Dezembro. Foto: Sylma Lima

O projeto de Lei para criação do Programa Cidadão de Recuperação de Crédito da Fazenda Municipal - Refic 2017 foi apresentado na Câmara Municipal de Corumbá durante audiência pública na manhã desta terça-feira, 17 de outubro. O Refic municipal objetiva beneficiar milhares de contribuintes, pessoa física e jurídica, que se encontram inadimplentes com os tributos municipais.

Vereador Irailton disse que tem trabalho a favor da comunidade com projetos que taambém sejam de interesse do muncípio.

Para o autor do projeto de Lei, Iranilton Santana, o Baianinho, a intenção é unir o útil ao agradável, “cidadãos e empresas serão beneficiados assim como a prefeitura que aumentará a arrecadação neste período de crise”.

Todos os tributos municipais poderão ser negociados em até 48 parcelas, porém existem critérios para a adesão. O IPTU 2017, por exemplo, não está incluído no pacote, para parcelar dívidas de IPTU o contribuinte deve estar em dia com o do ano corrente. Regra semelhante também existe para as empresas, que só poderão incluir no parcelamento meses até junho deste ano, os de julho em diante devem estar quitados.

A grande diferença deste pacote Refic com os demais já habituais nas administrações públicas, é a oferta de perdão dos juros, multas e correção monetária para quem pagar a dívida à vista ou em parcela única. Além desta opção, outras três estarão disponíveis: quem decidir parcelar em até 12 vezes terá 80% dos juros, multas e correção monetários abonados; de 13 até 24 parcelas, o contribuinte será liberado de 60% dos juros e multas; já aquele que optar em pagar a dívida num prazo maior, de 25 até 48 parcelas, o perdão será de 30%. A parcela mínima para pessoa física será de R$ 90 e para empresas de R$ 200.

Em sua declaração, o prefeito Ruiter Cunha, afirmou que “o Refic é uma grande oportunidade para o cidadão corumbaense se regularizar perante a Fazenda municipal de acordo com sua capacidade econômica atual”. Afirmou ainda que em momento algum o projeto visa o estímulo à inadimplência, que em todos os anos a prefeitura aumenta o desconto para os contribuintes que pagam em dia, “mas respeitamos e damos oportunidades para aqueles que estão em débito”. O projeto foi aprovado nesta manhã na Câmara Municipal de Corumbá, e deve ser sancionado pelo prefeito na próxima semana para que entre em vigor.

 

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Policial

Homem tranca mulher e filhos em casa, tenta incendiar o local e acaba preso

Saúde

Corumbá terá 16 postos no Dia D da vacinação contra a poliomielite e sarampo

Policial

Após perder irmão em ataque, jovem continua internado com bala alojada na cabeça

Economia

Inflação recua em quatro das sete capitais pesquisadas pela FGV

Educação

Escola da Rede Municipal lança projeto “Ninho de Leitura”

Poder Legislativo

Câmara de Vereadores comemora 146 anos de instalação, a quarta mais antiga do Brasil

Educação

Senai dá continuidade às formaturas coletivas e certifica mais 656 novos profissionais