Menu
quarta, 19 de junho de 2019
Câmara - Basta! Feminicídio não!
Mobile Andorinha
Geral

Projeto de Lei ameaça 7 mil empregos em postos de combustíveis de MS

12 junho 2019 - 09h25Kamilla Marques

Mais de 7 mil trabalhadores em postos de combustíveis de Mato Grosso do Sul poderão perder o emprego se o Projeto de Lei 1302/19, em tramitação na Câmara dos Deputados, for aprovado. Ele permite que motoristas abasteçam o próprio carro na bomba, eliminando a presença de frentistas e outros profissionais nesses estabelecimentos. O alerta é do Sinpospetro-MS (Sindicato dos Empregados em Postos de Serviços de Combustíveis Derivados de Petróleo do MS).

O presidente da entidade, José Hélio da Silva, disse que esse projeto será um desastre social gigantesco em todo Brasil. “Como se não bastasse que mais de 15 milhões de brasileiros estejam desempregados há anos, teremos mais essa verdadeira bomba que só em empregos diretos no Mato Grosso do Sul serão 7 mil pais de família. Sem contar com o desemprego indireto”, critica.

Gilson da Silva Sá, diretor do Sinpospetro/MS disse que o autor da proposta é o deputado federal Vinicius Point (Novo-SP), que alega que permissão de postos de autosserviço é uma das sugestões constantes em estudo do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). “Essa proposta não dará certo pois além de provocar um número maior de desempregados, vai colocar em risco a vida de consumidores e seus familiares que estiverem nos veículos”, argumentou.

A direção do Sinpospetro-MS entende que a população brasileira não tem essa cultura do autosserviço, ainda mais em se tratando de um produto de elevado risco de saúde e de acidente. Gilson Sá lembrou que o manuseio indevido de combustíveis provoca câncer e outras doenças graves.

O sindicato apela para a bancada parlamentar de Mato Grosso do Sul para que não aprovem esse projeto. “Esperamos que nossos parlamentares, que representam essas mais de 7 mil famílias que seriam afetadas, não só não aprovem esse projeto, mas que lutem contra sua aprovação”, acrescentou Gilson Sá.

 

Com informações da assessoria de comunicação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Defesa do Consumidor
Procon Estadual pesquisa preços de produtos para festas juninas e registra variação de até 309%
Produção Rural
No Urucum, barracão pode ser transformado em espaço para venda de produtos
Infraestrutura
Vereador pede recuperação das vias públicas no Conjunto Jardim Aeroporto
Cidade Arborizada
Vereador apresenta Projeto de Lei que incentiva preservação ambiental Cidade Arborizada
Geral
Homem é esfaqueado ao tentar apartar briga
Perfuração era de aproximadamente 7cm
Acidente de trânsito
Homem sofre queda de moto ao tentar desviar de buraco
Apresentava suspeita de fratura
Economia
Azambuja assina decreto que incentiva ampliação de voos e redução de preço das passagens em MS
Meio Ambiente
Polícia Militar Ambiental recebe mais de R$ 1 milhão em equipamentos nesta quarta-feira
Geral
Feira do Imigrante acontece neste sábado, dia 22, no Jardim da independência
Acontecerá das 09 às 15h
Geral
Empresária doa duzentos lençóis para a Santa Casa de Corumbá

Mais Lidas

Geral
Aos primeiros sintomas da Influenza, população deve procurar atendimento médico
Acidente de trânsito
Ciclistas ficam felidos após atropelamento por hilux
Educação
MPE: Audiência Pública vai buscar soluções para o baixo desempenho da rede de ensino de Ladário
Média do município de 4,4, em escala que vai até 10, é considerado baixo no IDEB. Evento ocorrerá em 26 de junho, às 18h na Escola Municipal Marquês de Tamandaré
Policial
Polícia prende foragido que removeu tornozeleira com faca