Andorinha

Produtores rurais pedem extensão escolar no Assentamento São Gabriel

Por Assessoria Câmara Municipal de Corumbá06 NOV 2017 - 10h42min
Produtores do São Gabriel reivindicam que alunos precisam percirrer longas distâncias para chegar até a escola.Foto: Divulgação

Os pequenos produtores rurais do São Gabriel estão reivindicando a implantação de uma extensão de escola da Rede Municipal de Ensino para atender as crianças residentes naquele assentamento. A alegação é que, diariamente, os alunos são obrigados a percorrer longa distância, acabam perdendo aulas, prejudicando a educação.

O assunto foi levantado pelo vereador Rufo Vinagre (PR) que, durante sessão da Câmara, entrou com um requerimento endereçado à secretária de Educação, Maria Eulina Rocha dos Santos, solicitando a instalação de uma extensão escolar no assentamento localizado às margens da BR 262.

O vereador lembra até tempos atrás, o assentamento contava com uma extensão escolar, mas acabou sendo desativada, e as duas escolas mais próximas ficam no Urucum, a Carlos Cárcano, ou no Distrito de Albuquerque, a Luís de Albuquerque. “Existem ônibus para o transporte das crianças. Mas, mesmo assim acabam chegando atrasados na escola, perdendo aulas, o que prejudica o aprendizado delas. Por isso o ideal seria uma extensão dentro do assentamento”, pediu Rufo.

Esgoto

Em outra solicitação, o vereador do PR está solicitando à Prefeitura, a pavimentação de uma alameda existente na Rua Cuiabá, com rede de esgoto. Ele justifica que o pedido foi feito pelos próprios moradores da alameda, por meio de um abaixo assinado. “Eles pedem esta melhoria na alameda, que não tem nome, para solucionar um problema frequente que é o despejo de água servida direto na via, que acaba virando um lamaceiro, prejudicando a acessibilidade no local”, explicou.

Em outros requerimentos endereçados à Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rufo solicita recuperação do sistema de iluminação pública da Alameda Dona Antônia, no Vitória Régia, já que a escuridão tem causado preocupação aos moradores, principalmente em relação à segurança; instalação de uma lixeira comunitária também no Vitória Régia, para que a comunidade possa dar destinação correta ao lixo.

Já à Agetrat, Rufo está reivindicando um redutor de velocidade em frente à Igreja São Francisco de Assis, localizada na Rua Cáceres, no Vitória Régia, para disciplinar o trânsito, evitando que os veículos trafeguem em alta velocidade.

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Cultura

Clube de Leitura vai dissecar a obra "Azul dentro do banheiro", no Sesc Corumbá

Política

População aprova projeto de Moka que faz presos pagarem despesas

Protesto

Servidores da UFMS fazem protesto contra reforma da Previdência

Acidente de transito

Carro pendurado em mureta e nariz quebrado

5º Caso

Militar é preso após estuprar menina de seis anos

Policial

Falso policial é preso tentando extorquir comerciantes

Evento

Corredores agroecológicos são apresentados no Sudeste goiano